Vocabulário Guerém

fogo
ghompek

sol
manué

pássaro
bakan

Vocabulário Hã-Hã-Hãi

cabeça
mu-huháy

dente
ãn-chu

água
naha

fogo
itahábm

sol
manochiá

terra
hahám

árvore
mihná

comer
komá

três
mounghí

Vocabulário Iaete

cabeça
i-tká

dente
dzyashi

olho
itó


ishiri

água
oya

fogo
to-wẽ

estrela
tiúyá

onça
kléken

milho
malchi

preto
chichiá

Vocabulário Iamamadi

cabeça
ä-tati

olho
ä-narobõ

mão
ä-dzäfä

água
pãhã

fogo
yefu

sol
mahi

casa
huda

anta
aui

milho
kemi

um
itarini

dois
mushamu

três
uharini

Vocabulário Iamaricumá

olho
iereá

orelha
ne-nami; nienauri/nienami

mão
ye-po; iepó

bom
auíeteté

cabelo
ieáp

boca
ieiurú

perna
ieúp

faca
itáiu

testa
nieapykang

nariz
nietsi

Vocabulário Ianomâmi

Amotha-Naki dente de paca
Amotha-Mamo pó mágico de paca
Akawe segundo marido de Helena Valero, do grupo yanomami venezuelano Pumabiwetheri
Anhakorami japim
Ara arara
Ara-mamo pó mágico extraído de uma ciperácea
Arariwe espírito de arara
Aroari pó mágico encantador
Ararixapo anticoncepcional
Athari tipo de ponta de flecha feita com osso de macaco, para atirar nos peixes
Ati-atimou piscar
Axokama-Kehi planta cuja casca serve para preparar curare
Epena pó alucinógeno, usado pelos pajés yanomami nas sessões e curas xamânicas
Exe-exeme macaco-da-noite
Hakimou dança noturna de homens e mulheres nas festas
Hama hóspede
Hama-hiri mundo subterrâneo, habitado pelos yanomami decaídos
Hasubuetheri grupo yanomami venezuelano, por onde passou Helena Valero
Hau-haumou rito de intercâmbio econômico, nas trocas entre os grupos amigos
Hawari castanha-do-pará
Hawarinhoma espírito protetor da castanha-do-pará
Haximo-mamo pó mágico, tirado de uma ciperácea
Haxo macaco branco
Haxoriwe espírito do macaco branco
Haya veado
Hayariwe espírito do veado
Heahaturiwe espírito da areia movediça
Heha terreiro
Hekura espírito do mundo religioso yanomami; o pajé também é chamado hekura nas suas funções xamânicas
Hekuramou exercitar ou exercer o ofício de pajé
Hekurawethari os donos dos espíritos
Heni plantas com poderes mágicos
Heniomi caça
Heniomou caça coletiva, que dura vários dias
Hetehiya ariranha
Hera certamente, já
Hetumisi-ham céu
Hewe morcego vampiro
Hiima cachorro
Hiitehi árvore
Hiitehibe árvores
Himo-himo wake uma fruta do mato de cor vermelha
Himou convidar oficialmente um grupo, para participar de uma festa
Hinho-kami pauzinho do enfeite para o septo nasal
Hiro macaco guariba
Hoari fuinha
Hoaxi macaco caiarara
Hoko-hokomi macaco zogue-zogue
Homiathawe gavião ancestral
Horonami inambu-relógio
Hosomi macaco barrigudo
Husi ponta, bico, furo
Husi-hami perto do lábio
Husiwe primeiro marido de Helena Valero do grupo yanomami venezuelano dos Namewetheri e chefe dos Ironasitheri (Venezuela)
Hutukurema-misi-tobe espinho de uma solanácea
Huxuo zangado, com raiva
Ibaye é meu
Ihama preguiça
Ihiru menino
Ihiru-kikë planta cheirosa mágica
Inhewetheri grupo yanomami venezuelano, conhecido por Helena Valero (os da cor do sangue)
Ipoyewe macaco-de-cheiro
Ira onça
Iranhoma espírito feminino da onça
Irariwe espírito masculino da onça
Ironashiteri grupo yanomami do baixo Marauiá, que mora no Apui
Iwa jacaré
Iwariwe espírito do jacaré
Ixi preto, queimado
Kahë tu
Kaherarao buracos, tocas
Kahiki boca
Kai-kesi pele queimada
Kaimou consultas noturnas entre membros de uma aldeia
Kaisarariwe sobrinho do espírito do trovão
Kamabisiwe mosquito
Kana-aki paus cruzados
Kanimari líquido de sorva
Kapirosi trançado
Karawethari grupo yanomami do Marauiá, que reside normalmente perto da missão
Kariama-ha-ikii ritual que se celebra na última noite da celebração de festas, com encontros amorosos de casais no térreo na aldeia, à vista de todos os presentes
Kariné grupo yanomami do médio Catrimani
Kasi-hami perto de
Kat-Amou rito noturno de trocas
Katikirema pretérito perfeito de katikai pisar, chutar, dar pontapé
Kaweiki barbudo
Kaxa tapuru bicheira cupim de árvore
Kaxixerimi banana-prata
Kiripema pó mágico que provoca medo
Kohoroxithari grupo yanomami do rio Maturacá
Kokema pretérito perfeito de koo = chegar
Komixi palmeira
Kona-kona formiga preta
Korori-kehi tavari, árvore de cujas cinzas, com um processo de lixiviação, se extrai um produto que se usa para temperar alimentos
Koxiremi gênio silvestre que atrai os homens
Kua-kure é mesmo
Kui não sei
Kumi cipó
Kumi-mamisitohiki pó cheiroso de pau angélica
Kumi-tho tho pó mágico encantador, tirado de um cipó
Kurata banana pacovã
Kuratanhoma espírito feminino da banana e também uma celebração ritual
Kutao é suficiente, chega
Mahekiditheri grupo yanomami venezuelano
Maii-keko resina, breu
Maikoxiki breu
Makararo-Kohi planta rosácea com sementes comestíveis
Makukuximi macaco da noite
Makurutami macaco da noite
Mamokori cipó venenoso com o qual se prepara curare
Manhepi tucano
Manhepiriwe espírito de tucano
Manhepi-sike pó mágico de uma ciperácea
Manho caminho
Mapuu líquido irritante que se extrai do cipó
Mara-mamo pó mágico de cujubim
Maraxi cujubim
Maraxi-mamo pó mágico de ciperácea
Mixi-mixima-henaki folha da família das gramíneas [gramináceas, no orig.]
Moheki rosto
Mohomi gavião-real
Moka rã
Mokohiro taboquinha que os pajés usam para soprar o pó alucinógeno (paricá)
Mothokariwe espírito do sol
Mumbuhema pó mágico de ciperácea
Nabruxi pau para cacetar na coroa da cabeça
Naiki estar com vontade de comer carne
Nakami = de naka vulva, que quer dizer filhinha
Namo cortante, amolante, cf. pei-namo
Namowetheri grupo yanomami venezuelano, onde morou Helena Valero
Napanhoma mulher estrangeira, branca
Nape branco, estrangeiro, inimigo
Nara urucu ou bixa orellana
Nasi-nasi mentiroso
Nhipimou menstruar [mestruar, no orig.]
Nhaahena folha
Nharu espírito do trovão
Nhii rede
Nhono milho
Noporebe alma do falecido que vai para o além
Norami aparência, sombra
Norexi totem, alter ego
Nouhutibi aparência, sombra
Ohiriwe chefe dos yanomami do Maturacá, da época do rapto de Helena Valero
Oka indivíduo perigoso e hostil, inimigo
Okakëbë espíritos maus das matas
Oma-oma-asitaki casca de pau
Omawe herói ancestral yanomami
Opo tatu
Opo-mamo pó mágico de ciperácea
Orahite pescoço
Oramisiwe poraquê
Oru cobra em geral
Pakatarimi pacova
Paitee sujo
Parimi eterno
Paruri mutum
Paruri-namo pó mágico de uma ciperácea
Para-pata pajé mais prestigioso dos Karawethari
Pata grande
Patamou ritual de notícias e decisões
Pauximi banana
Paxo macaco coatá
Paxoriwe espírito do macaco coatá
Payoari arbusto de mato que, cortado, conserva a cor branca, sem amarelar
Pehihoo poder que tem o pajé para extrair substâncias mágicas
Pei-ke-yo caminho
Pei-makt rocha, encosta da montanha
Pei namo ponta de flecha envenenada com curare
Peribo¹ tipo de cogumelo branco
Peribo² lua
Peribo-haya-kesiki quarto de lua
Periboriwe espírito de lua
Pesima perizoma pubiano
Pexi ardoroso sexualmente, desejoso de sexo
Pirahuri índios do rio Demeni
Pixaasitheri grupo yanomami venezuelano, conhecido por Helena Valero
Piriomi chefe, tuxaua
Pohoro lasca de pauzinho de cacau, para acender o fogo
Pohorobiwetheri grupo yanomami do Marauiá, que reside perto da Serra Imeri
Poko braço
Poproko planta cheirosa, pó mágico de uma ciperácea
Pore espírito fantasma do falecido
Porehimi uma árvore que sempre perde a casca
Poxe caititu
Poxe-naki maxilar para lavrar o arco de pupunheira
Poxeriwe espírito do caititu
Poxewe herói ancestral
Poxohawe-mosi-henaki folha de planta da família das gramíneas
Praii entrada solene no terreiro, ao começo da celebração da festa e nos outros dias de festa
Preari veado branco
Prei-prei sapinho
Preinhoma mulher ancestral, mulher do sapinho prei-prei
Proro lontra
Prororiwe espírito da lontra
Pruka ou bruka muito
Pruxima tipo de tatu
Pukimabiwetheri grupo yanomami de Marauiá, que reside perto da Serra Imeri
Puriwari estrela
Puu-uk nia mel
Rahaka ponta de flecha de forma lanceolada, feita com bambu
Rahariwe monstro aquático ancestral
Rama caceria de curta duração
Rami caceria de curta duração
Raxa pupunha
Raxa-husi pau de pupunheira para cavar buraco
Raxawe chefe dos Xamathari que protegeu Helena Valero
Raxanhoma espírito protetor da pupunha
Reamo lagarto de igarapé
Reahu festa típica yanomami
Reahumou celebrar a festa
Rehi-hena pó mágico de uma ciperácea
Rehokixi-xeyou duelos esportivos de golpes manuais no tórax
Reimi mocinha que foi obrigada, pela mãe, a abortar
Riximakeke larva de uma espécie de cupim
Rixima-kike larva de uma espécie de térmites
Rokomi uma espécie de banana-roxa
Romi-Hena pó mágico ancestral
Ruhumasi flechinha feita com talo de palmeira
Rurupa imperativo do verbo rura = fazer ir
Ruwe verde, não maduro
Sanema ou Sanuma ou Sanima subgrupo yanomami, muito influenciado pelos índios Yekuana ou Maquiritare da Venezuela
Siroromi gênio silvestre que abusa sexualmente das mulheres
Suhirima herói ancestral yanomami que atirou na lua (escorpião)
Suhirimariwe espírito do escorpião
Sunokama pedaço de bambu para cortar cabelo
Suri-Surimi passarinho vermelho
Suwe mulher
Suwe-mamo pó mágico encantador
Suweke-mamoki pó mágico de uma ciperácea
Suwe-pata pó mágico encantador
Suwe-o ata-tooko afrodisíaco de plantas do gênero ancanthaceae
Suwe-henaki pó mágico encantador
Suwe-yaoarihena pó mágico encantador
Suwe-yawari pó mágico encantador
Taamamou rito da iniciação teúrgica
Tabra pó mágico
Tahimiriwe protetor do relâmpago
Tatokomi esposa do espírito do trovão
Tebe formigueiro, tamanduá-bandeira
Texinaki rabo
Texo beija-flor
Texoriwe espírito do beija-flor
Thara-thara folha que substitui o tabaco
Thomi-mamo pó mágico de cutia
Thomi-naki instrumento que serve para fazer incisões, feito com dente de cutia
Thora taboca para colocar objeto
Tipikiwe pontinho
Titiri noite
Titiriwe espírito protetor da noite
Toaomiriwe sobrinho do espírito do trovão
Tobe miçanga
Tokama jovem yanomami central, que foi assaltada pela onça e que deu origem aos dois heróis ancestrais yanomami: Omawe e Yoawe
Tokotokama passarinho
Tomi cutia
Tomi-tomi ladrão
Tomi-hewe cabeça de cutia
Tomi-mamo pó mágico de uma ciperácea
Tomiriwe espírito da cutia
Tomo calango liso
Tori carrapato
Tororoatheri grupo yanomami venezuelano
Totori jabuti
Totoriwe espírito do jabuti
Unokai homicida, assassino
Urihi floresta, mato (o habitat yanomami com toda a sua totalidade de vida)
Uxi-uxirimi banana-roxa
Wahati órfão, com frio
Waika apelido depreciativo dado aos yanomami pelos outros, termo que deriva do verbo waikai = matar
Waikonha sucuriju
Waikonhariwe espírito de sucuriju
Waitheri bravo, agressivo, belicoso, feroz, corajoso
Waka tatu-canastra
Wakariwe espírito do tatu-canastra
Waka-wakatheri grupo yanomami venezuelano
Wanhamou ritual como jornal falado e cantado noturno, para trocas
Warahiko calango vermelho
Warapa-keko breu, resina
Ware queixada
Warixana bondoso, generoso, hospedeiro
Waro homem
Warora caracol, lesma
Warukue glutão, sujo
Wathoriwe espírito do vento
Watoxe perizoma
Wtt tubo
Wawanawetheri grupo yanomami do rio Maia, perto da fronteira com a Venezuela, vizinhos dos yanomami do rio Maturacá
Werehi papagaio real
Werehiriwe espírito do papagaio real
Wixa macaco cuxiú
Wixahena passarinho vermelho
Wixariwe espírito do macaco cuxiú
Xabo pó mágico encantador
Xabono casa comunitária típica dos yanomami
Xamakoro mamão
Xamakoranhoma espírito protetor do mamão
Xama anta
Xama-mamo pó mágico de anta
Xamarinhoma espírito feminino da anta
Xamariwe espírito masculino da anta
Xamathari denominação de um subgrupo yanomami, que abrange aproximadamente os moradores da região do Mavaca, Siapa, Marari, Maturacá, Maia e Marauiá (são denominados assim porque são comedores de anta, animal muito encontrado nessa região)
Xami ruim, mal, feio
Xapo borboleta branca, cujo pó tem poder mágico
Xaririwe reto, direito
Xarokoe fraco, pálido
Xawara doença contagiosa e mortal (epidemia)
Xawara hesi roupa que provoca doença contagiosa e mortal
Xeiwe ou Xetewe meu filho
Xereka flecha
Xiheriwe herói ancestral yanomami, formiga tucandeira
Xi-imi-imi sovina, avarento
Ximiyeteobewe preguiça pequena
Xinakorinhoma heroína ancestral yanomami
Xinarinhoma espírito protetor do algodão
Xirakowe-mi-asi musácea silvestre
Xirixana subgrupo yanomami (cf. yanomami)
Xitikarinhoma mulher ancestral yanomami
Xoabeye meu avô, meu tio
Xoko mambira
Xorona banana verde
Xororiwe andorinha
Xotari-waki lugar onde são castigados os maus
Xoto cesto, balaio
Xuhema abano
Yai ou Yamari espíritos maléficos
Yao maracajá
Yakirawe cruzado
Yanomami: conjunto de grupos localizados entre as fronteiras de Venezuela e Brasil, que compartilham a mesma cultura material e intelectual. Temos outras denominações: yanoama, yanomama, yanomamö, yanomane, yanomam, yanomamë, yanam. Os apelidos Xiriana, Xirixana, Guajaribo, Waika são denominações impróprias dadas aos Yanomami e são inaceitáveis por parte deles.
Yarothoma a mãe de Husiwe
Yawari ou Yai espírito do mato
Yawere incestuoso
Yetu antigo
Yoasiwe herói ancestral
Yo-yo sapo
Yoawe herói ancestral yanomami gêmeo de Omawe
Yoka abertura de entrada e saída, também pei yo
Yorekiritami pequeno beija-flor que roubou o fogo do jacaré

Vocabulário Iecuana

echime facão
ghamu sol
imanate mama
wahato cozinha

Vocabulário Ipurucoto

carainoby noite
chikirikiriky criança de peito
chiriky, iterecaki estrela
etebéru fruta
imanaté peito
imo ovo
inapachy (pajé) irmã de homem
ipachy irmã da mulher
itacon irmão da mulher
itacon irmão da mulher
itamó avós
itariparai dar à luz
japicha casar(-se)
jeimuin esperma
petepachy irmão da mulher
pichá madrasta
tiamon moça
tominy pai
uci lua
upane sobrinha
upety marido
utamon sogro
yauki pênis

Vocabulário Iualapiti

amulao chefe
arina criança
enyuitsöla temporal
erina, örinau homem
hari filho
irtschöri primo, irmão menor
itapüri irmão maior
itapüri irmão mais velho
kame sol
natiro avó
nirz(tsch)upalo filha
nu kunati irmã
nukulu, nukuri escroto
nupuhi pênis
orinau homem
pana folha
sacérei dia
tináu mulher
tinerutsu moça, menina
ua, néua irmão da mãe
yatoma pajé
yumol(u)yatsu moço, menino

Vocabulário Jabuti

dente
hi-dö

orelha
hi-nĩpí

mão
hi-nikú

água
bzirú

fogo
pichä

sol
tõhõ

casa
híkö

mulher
páko

anta
huá

milho
tsitsi

um
nichi

dois
yämbo

Vocabulário Jacicuri

paisci- mutum
mamuxary- jacamim
maraxy- jacu
araraná- arara amarela
cucary- arara encarnada
araracahy- arara azul
quiacué- tucano grande
anacaré- araçari
quety- tucano preto
pónó- inambu
churuchurué- sururina
uacucuá- pomba
piacaú- japim
tiacaman- ariramba (martim-pescador)
cacué- gaivota
pianó- gavião
cacaraú- cancão
oneré- socó
anaiáná- manari
curuçu- corcovado
tucici nacumum- beija-flor
toconó- passarinho (em geral)
xicó- pulga
ureuré- mosca
uiuxixí- mosquito
ocónó- caba (marimbondo)
riróró- formiga
curucó- coroca
curumun- urubu
urumutaqui- marreca
uacará (acará, tupi)- garça
oioiá (panam-panam)- borboleta
réré (aneuerá)- morcego
curatacú (yaqui ou tucúra) - gafanhoto
cainócó- carrapato
panaxuianá- mucuim
mauá (arú)- sapo
quiricuá róró- curica
aiaman- piolho
punarispó- curupira
ocó- vem cá
camaitó- espera ainda
amoró- e tu
uéué- calça
coxené- lá
pataspó- capoeira
nécuné- não presta
chetiqui- não quero
ouroitocó- já vou
anumaí- dia
cócó- noite
noquiam- dorme
raquiconé- acorda
ocoxé (poranga, catú)- bonito, bom
muriry- criança (menino)
oricy- criança (menina)
tunã chenocó- vai buscar água
tamutariry- tabaco
tamun- tauari (árvore)
matiry- saco
mirótó- fogo
iaconó- irmão
manú (tupi: umanou, manu) - morreu
cuaman- casa
macacó- carapanã
ocó maúmaú (temeú, tupi) - vem comer
ué tá- merda
conoró- chuva
imoró- roça
ocótary (nê quára)- ânus
curinéu- fósforos
inantó- anzol
opócótó- linha
nhó- não
itocó- vai
pacará - tupi (vasilha, mala) - paneiro
iroturú- bico de flecha
uramiçacan- pena
uacará- panacu (cesto grande)
iseicí- sol
circó- estrela
ermenó- lua
parecé- vento
niquiricané- acabou
puranà- para cima
temó- o que é
anaqui amoró soty- como é teu nome?
uoró tota- eu vou buscar
caraciuacá- para baixo
tacacá- não sei
tamixy - tupi (tamoi)- velho
tota ouoroxé taná- vai buscar para mim
ouoró otoió aracary- vamos para me acompanhares
oitirici- eu vou fazer
ocóscó- cópula
auc, auqui- minha velha
uoioteané (suãna)- adeus
tuinary- um
acaqui- dois
sorouarahy- três
sorouaca- cinco
taumicuritaqui- sabe
tiricó- fazer
osçuman- estrada
erémucó- para baixar
ecate- gordura
churaianí- panela
tutunó- cuia
matique- jamaru
churá- sal
paracuman- arco
pouré- flecha
otuété- rede
geramaná- não tem mais
panaquiricá (paxacarica) - japá
iutú- mato
urú- outeiro
chunory- serra
ouro ché- dá-me
ouró rem- eu te dou
uéué- pau
polrarú- uru
aumunó- pênis
patuúmun- tipiti
manaré- peneira
coicoí- remo
améchecó- vamos embora
cócooró- amanhã
uiamucury- várzea
ouoró ton- sezão
itaumun- cachoeira
uiriry- canoa
cauary- pedra de amolar
taruú- pedra de cachoeira
chereuá- chapéu
charramata- zagaia
chiranay- bico
peruré- inchada
mariá- faca
caxirará- terçado
caiary- machado
mucuná- espingarda
charató- tesoura
rescirí- folha
tunaquiné- igarapé
iscopó- poço
rari raspury- está seco
iocupá- está cheio
aímunum- pólvora
socú- sorva (fruta agreste)
macará- uxi (árvore)
eruru- cabeça
iorixí- cabelo
panary- orelha
mutary- boca
iory- dentes
norcí- língua
ionurú- olhos
manatyry- peitos
iorori- braços
itarurú- barriga
iomeari- mão
iomory- dedo
pururú- pé
purasquiri- unha
iochiri- perna
impó- pequiá (árvore)
murará- ubim (palmeira)
cupó- buçu (palmeira)
irauá- curuá (tucum-do-amazonas)
macairú- seringueira
icarinannan- imbaúba (árvore-da-preguiça)
parué- arapari (árvore)
menuré- ananás
iaurá- tucumã
irónó- pau-rosa
ironó imó- itaúba
mamaiá (papaia?)- mamão
morem- taperebá
parurú- sororoca
peré- murumuru [palmeira]
quá- miriti
querené- caraná [palmeira]
piaró- caranaí [palmeira]
reu- apuí [árvore]
paraçamam- conde
sarrú- maniva
oronó (oró, grego montanha) - terra firme [vf]
purnó (cipó)- ambé [tupi= áspero, rugoso]
taué chuman (cipó)- timbó-açu
paximiná- cipó-titica
amossot- envireira
onací- milho
onaci-imo- milho-d'angola [vf]
puneirú- piranheira [árvore]
uruaí-imó- caju-açu
rarurú- banana
prantí- cana
uínó- mel
uxecré- angelinzeiro
maratarú- copaíba
capi- urucu
cumun- bacaba
ouanamaré- patauá [palmeira]
uoro- açaí
cumacá- sumaúma
uiú- breu
xiriri- jamari
quexeré- mandioca
pari- batata
naró- cará
comiéreru- jibóia
uarauará- lontra
auaré- cachorro
purró- jenipapo
iaquaré xáxa- mucura
curétu- jacaré-acu
uatuá- jacaretinga
xicotó- rato
cioé- suiá
coeté- lagarto
ciaú- quati
mará- tatu-açu
cariacé- tatu-bola
erémá- caititu
uarró- anta
arriá- queixada
quirau- veado-vermelho
cocú- veado-branco
acuri (acuti, tupi)- cutia
pachequi- cutia grande
ocoi- cobra
maiacué- imbuá
uaxá macaco- cuxiú
turí macaco- guariba
otó macaco- quatá
mecú macaco- prego
macucú macaco- boca-preta
orecré- preguiça
tumanú peixe- aracu
maníta peixe- acari
cana inó peixe- piraíba
caimaré peixe- curimatá
tonomé peixe- jeju
aimará- traíra
tuna- água
caicucú- onça
maxixeman- matinta-pereira
ché, ché, ché- chamando os cachorros
caimão- farinha
acó-có- febre
nucó-có- dá-me farinha
dinó corotó- dá-me fogo
machico main- vamos caçar
cuti-mari- ralo
omoran- abano
soró- homem
miriri- mulher

Vocabulário Jaúna

aiyaga sol
páki, yipáki pai
páko, yipáko mãe /
yamigkaiyagá lua
yapúa árvore

Vocabulário Jaunavo

baari sol
ina, tzitzô vagina, vulva
nopui irmão, meu
pui irmã
schruma leite
sruma seio
ursche lua

Vocabulário Jeicó

cabeça
grang-blá

língua
ä-netá

olho
ä-lepú

mão
ä-nänong

fogo
ping

sol
xügkrá

onça
kolunong

anta
xkünoniang

Vocabulário Jiporoca

cabeça
krén

dente
zyun

água
muñan

fogo
chonpök

sol
tarú

terra
nak

Vocabulário Jucuna

ámi mãe
asíe homem
haüaná lenha
inanáru mulher
kamú, kéri sol
páyu, paáyu pai
pueri lua
resauá céu

Vocabulário Jumana

nuhmulu ventre
pana casa
sima, zimalo sol
sómanlu, sol

Vocabulário Jupuá

awé sol, lua
numi mãe
ö'mö homem
wexsé céu
yábu árvore
yamim-age-ke lua

Vocabulário Juri

imá irmão
numa lua
timoli, yamory pênis
tschu toobi umbigo

Vocabulário Juruna

aayé avó
abuearipina filhos, meus
achi, cuadé, koadü sol
achipa arara, o povo
adulio velho, ancião
aimbi irmã
ama avô, gente
aripacopa criança de peito
auin branco, estrangeiro
caachi selva, mato
cachimbué céu
canambari cometa
dyá mãe
idia mulher
idiassé madrasta
inamá, sin(a)amá seio
intolao suyá, o povo
inuma comadre
itupassé padrasto
izazainuma sobrinha
kahú dia
kashimia céu
mambua filha
mashipa raio
matiu parto
maudigá lua
muni(m)bua estrela
namituma inimigo
opadyá peito
opanana tio
parau jovem
pumana viuva
senapü, senapu homem
simure umbigo
sipadia seios
tscháu chefe
uaimbi irmã! (voc. do homem)
uanbii índios mansos
u-assé tia
uma amigo
upa irmão
upan pai
wáse, iwáse sobrinha

Índice