Vocabulário Borum

fogo
ghompek

sol
manué

pássaro
bakan

Vocabulário Botocudo

cabeça
kren

água
miñanga

fogo
chonpek

sol
tépó

terra
nak

onça
kuparak

Vocabulário Buágana

ö'mö(e) homem
omakayi sol
yamigage lua

Vocabulário Bugre

cabeça
a-kréng

língua
a-numá-ma

olho
a-kuná-ma

orelha
a-yomamá-ma

água
ngoyo-ma

fogo
pé-ma

sol

onça
megló-ma

cobra
poné-ma

milho
nghára

três
umarikélko

Vocabulário Cabixiana

arara
perá
buriti
paí
cutia
bakeniéng
dente
uniaín
mão
opopí
onça
aminngkuni
perna
ukibiei

Vocabulário Cachuianã

Ahanatcatpurê- carne
Ahcanê- grande
Ahcántke- pequeno
Amôrô- teu
Antuhmamutpurú- sombra
Arihá- beiju de mandioca
Ahsakô- dois
Ahsakô ahsakô tuinerô(*)- cinco
Ahsakô tuinerô- três
Ahsaruánê- meio-dia
Amechá- pulseira de fibra
Áulê- meu
Cachurú- o rio Cachorro
Cahoô- o rio grande (Trombetas)
Cahôo- céu
Caiarí- guerra
Caiarí- soldado
Caiarri- machado
Cahútchú- macaco-de-cheiro
Caimhó- carrapato
Camiarú- nosso
Canauá- canoa
Caraiuá- branco (homem)
Castihará- terçado (facão)
Cauaí- pedra de amolar
Cauó- comprido
Chaltará- galinha
Chicarauhê- muitos, uma porção
Cohcoó- noite
Comú- bacaba
Conohôo- chuva
Cótomóthuê- meia-noite
Ctamo- gaivota
Cuiarí- arara
Cunumiemon- fita larga de casca de pau-gaivota
Curêtú- jacaré
Curichamná- o rio Mapuera
Curará hipurê- instrumento constituído de casco de aparema (pequena tartaruga), do qual se obtém um som cavo quando se lhe bate com a palma da mão
Cutma- peixe
Echêrnô- verde
Ehé- toma
Ehtaahcó- matar
Ei- sim
Encó- beber
Enunohcanê- parteira (mulher que auxilia a outra no parto)
Enusnánê- criança
Emutmatô- lua-cheia
Eretcuí- fumaça
Euarhó- anta
Euarunú- sombra
Genéhcó- trazer
Hiutchí- companheira, esposa
Horimurú- igarapé
Hustierê- mandioca
Iahchinê- namoro, amor, amizade
Iahóri- braço
Iamóskiru- unha
Iamúru- testículo
Iántone- anzol
Iantorohú - caniço de pesca
Iatcurú- chorar
Iaúmo- pênis
Igirá- não há, não existe
Ihê- tem, há, existe
Ihphéze- temporal
Ihsúsú- sol
Ihtóocó- vai, anda
Ihuonô- corpo
Ihutpurú- cabeça
Imantchinenê- moça, rapariga
Imnó- lua
Imóne- vagina
Indiá- não
Inimô- porção, muitos (o mesmo que chicarauhê)
Ióhcúnu- nádega
Ióhiro- sobrancelha
Ióhtchi- barba
Iotchíru- perna
Iohunarú- nariz
Iomriáranu- dedos
Ioniaru- mão
Ionurú- olho
Ióri- dente
Ióri soró- dentes
Ióspiro- lábios
Irauá- planta parecida com a coroa do abacaxi, de cujas folhas os índios desfiam uma linha muito resistente
Istiê- quero
Iuhére- qualquer fruta do mato (nome coletivo)
Iuohtchií- cabelos
Iurcarú- macaco cairara
Iurohiemã- o mau espírito
Jahchaicané- relâmpago
Lhenumsó- caçar
Luê- flauta de bambu taboca, que às vezes é composta de três ou quatro tubos de tamanho crescente, fortemente amarrados uns aos outros com cipó.
Mahcaiuarú- borracha (látex)
Mahtií- enfeites coloridos usados pelos chefes nos cabelos
Mahtoko- jamaru (cabaça para guardar água)
Mahuá- cumprimento de chegada (bom-dia ou boa-noite)
Mamá- mãe
Mamí- tanga de homem
Mantó- onde?
Mantonaí- onde está?
Mariá- faca
Maurú- linha
Menênhó- tanga de mulher
Mercahcutchi- macaco quatipuru
Mohcóró- dele
Muhcári- costas
Muhcáua- arma de fogo
Muhtarií- boca
Múre- menino
Muréhóitú- rapaz
Namoriámu- deles
Nenútcô- beber
Nurú- língua
Oahcuô- a festa da puberdade
Oáre- cachorro
Octchê- bonito
Octchenê- bom
Ohcó- vir, vem
Ohcócanu- forte
Ohcóoco- dor
Ohsaha- panacu (cesto para carregar mantimentos, usado pelos caboclos da Amazônia)
Ohtariri- Curupira, o gênio da mata
Ohtóimo- macaco coatá
Ohturí- macaco guariba
Oi- interjeição de aprovação
Oióomo- piolho
Omíto- comida
Omóru- tu, você
Orému- feitiço
Paiá- caiçuma (bebida inebriante conseguida com o aipim fermentado)
Papá- pai
Panamaricá- japá (esteira de palha de pinaiuquira com que se cobrem as montarias contra a chuva)
Panaripó- alma, espírito
Panatirê- brinco de penas
Pánaru- orelha
Parantê- cana-de-açúcar
Paiucê- mutum (ave negra, da família dos galináceos, gênero Crax)
Pauíchi- a cidade de Oriximiná
Pêhtu- coxa
Poáname- passeio, passear
Pohtaá cootchí- bigode
Pohúro- pé
Pumarú- pescoço
Pürá- Deus
Puracumã- arco
Purauê- flecha
Purêhnó- estrangeiro, índio de outra tribo
Purú- bracelete
Sihó ueiú- pintura da fronte do índio: dois traços paralelos em cor preta (com tinta do suco de jenipapo) envolvendo um traço vermelho (com tinta do suco de urucu). Insígnia de chefe caxuianã.
Tacnáno- assobio, assobiar
Tahnê- febre
Tahoô- pedra
Tahpiremã- vermelho
Tamtariri- fumo
Tamú- cigarro
Taúnu- cachoeira, queda-d'água
Tchaiuá- cacau
Tcharinemá- preto
Tchiricó- estrela
Tehtukemã- amarelo
Teréncanê- trovão
Tóhó- coração
Tóhtó- homem
Tonê- cumprimento de despedida
Tonó- chefe, cacique, dono
Tuhtumo- cuia
Tuinerô- um
Tumatho- remo
Tumuhnê- branco
Tuná- água
Tunáctuhô- nível do rio, superfície
Tutcó- castanha-do-pará
Uahcurú- vinho, suco, extrato
Uahoô- açaí
Uananô- dança, dançar
Uarizê- menina
Uatúá- jacaretinga
Uehíhi- ubá
Uehotó- fogo, fogueira
Uehsórtarú- ânus
Uehtóhurú- barriga
Uenêhu- fita de fibra de envira com que a índia caxuianã amarra o filho às costas
Uerekê- cipó grosso ou graveto que os índios caxuianãs esfregam para obter fogo
Uhum- já
Uí- cobra sucuriju
Uiacohá- colar de miçangas
Uichá- macaco coxiú
Ulmaimó- pato
Uohtó- caça
Uórokêma- espírito mau
Urúra- cipó
Ustianê- cumprimento de despedida
Vênúzo- beber, bebo
Xamá-xamá- cocar de penas, diadema, insígnia de chefe de tribo
Xuruahú- o rio Cachorrinho

(*) Os cachuianãs só sabem contar até cinco. Para isso, pronunciam duas vezes a palavra Ahsakô (dois) e juntam-lhe a palavra tuinerô (um). Depois de cinco, qualquer quantidade é designada pelo termo Chicarauhê (muitos, uma porção).

Vocabulário Cadiuéu

dente
odo-a

olho
o-gekore

orelha
ona-paráte

água
niorodi

fogo
nolédi

terra
i:go

homem
onelégio

peixe
norodzyei

um
oniúde

dois
edoáda

Vocabulário Caiabi

'a'aù aqui
ae pessoa
a'e que
a'erãù; a'eramu portanto
a'ere então
angwewi apesar de
ai- doer
ãi dente
aí'i próximo dia
aime áspero
-aiti roupa
-a'it criança
-a'iny semente
aju outro
akamirun calças
akang cabeça
akangera crânio
-akipet rastro
akyr moço
aman chuva
amue começar
amyneju algodão
'ang alma, sombra
-ape concha, casca
-apekwap abano
api tipo de fruta
apiaka apiaká (índio)
-ãpin semente
apisi matar
apiter alto, no alto
apo fazer
-ata fogo
ata andar, caçar
ate, tee só
ay gente
ay duro
a'yr filho
ayepeya outro
'aw aqui
'awamue agora
awasi milho
awu inchado
e- tu (enfático)
-ea olho
eém- não
'e'im bilro
-eimap animal doméstico, estimação
eja deixar
-enap ninho
ene- tu, tua
'eng- falar
esak ver
-et nome
ete verdadeiramente
fer vazio
fu'am ficar em pé
fuku comprido
futa verdadeiramente, realmente
'nga ele, ela
'ngãne eles, elas
i- isso, ele; não
ewiri atrás
'i- dizer
'ifua pulso
ipe lugar em
ipira peixe
ipo'i linha
irupawen quatro
ita pedra
itamuap facão, machete
-i mãe
'i água, suco, líquido
iat canoa
iki'iny pimenta
'ip árvore
'ira criança
-irun saco
irupema peneira
-irupet mãe falecida
itu cachoeira
iysing areia
'iwa árvore
iwag- céu
iwakati- rio acima
jaapepo pote
jaje tia
jan correr
jaruete com saúde
jaryní avó, vovó
je seu próprio
je- mim
je'eng falar
jemi'uar comer
jer mim
joo'o chorar
ju espinho
juka matar
jyw braço
ka- gordo
ka'a mata
ka'aran papel
ka'i macaco
ka'mig- bater, derrubar
kanawa banco
kanapu cabaça
kang osso
kanine arara
-kap gordura, graxa
karaemã pertences
kawin cauim
kinã ele, ela
kip- piolho
kip'ap pente
ki'yuwa velho
-kiwit irmão (de mulher)
ko estar aqui
ko'a roça
kope- aqui
kunima'e homem
kunumi menino
kutuk- picar, furar
kyje estar com medo, temer, ter medo
kyna dela
kytyk alisar
kywyr irmão
kwaap conhecer
kwaí muitos
kwakwa'i muito
kwanu falcão
kwar sol
kwaret espesso, grosso
kwasiar- desenhar, riscar
kwat sol
kwe lá
-ma'e coisa
mangai cortar
maraka música
mara'ne zangado
-men marido
-mi- próprio
'miar onça
-mireko esposa
mitun mutum, esp. de ave
mome'u contar
momik- costurar
mora povo
morowiki trabalho
muap borduna
mutaw mingau
myayta cesta
mytun muito
nã pois
nangupi quadril
namipipiat penas para orelha
namuta muito tempo
nanamu pois, assim
nane assim
nanenun também
nanuara naquele tempo
neminy cozido
-nit irmã
numiãù contrário
nup ouvir
nyky pingar
nyr irmã
o ir
ok casa
oko ficar, estar
onok cortar
o'o carne
opaam corda
ore nós (excl.), nosso
orere nosso
pãjen pajé
par, pat curva
pe escama; quebrar
pe- para, em; tambémpen- teu, tua; você
penne tua
peo- lá
pepo penas
pera todos
peu lá
pey abanar
pi pé
pinaeti- pescar
pinaetik peixe
pirang vermelho
pirung tecer
piriri abrir
-pita calcanhar
pitang avermelhado
pitem- fumo, tabaco
piywari, pyníwary gripe
po mão
po'ir colar
porowiki trabalhar
porowikima'e trabalhadores
poru gente
powan- fiar, tecer
pyri perto
pyu com
pyyk pegar
ramu para; quando
ramu tornar-se
reko ficar com
ruata- caçar
sin nariz, ponta
sing branco (cor)
sikõin pequeno
ta colher
taakwat ponta de flecha; taquara
taakwary ribeiro
tajau porco
tapi'iny branco, homem branco
tapy'yninsing apiaká (índio)
tata fogo
tatayu'ã bracelete, pulseira
tatu tatu
tayao porco do mato
te- eu (enfático)
teapa terminar
tee, te-, ate só
tee vez
tete cedo
teye- meu
tim plantar
tsikõy pequeno
tujuka barro
tukumã tucum
tupã trovão
'u comer; vir
u'i farinha
-u'ip; 'u'yw flecha
uka cair
-ukay chiqueiro
-up pai
'up deitar
-upai pano, tecido
-upe para
-upi'a ovo
upisika seguir
upiwar espíritos
uwawyje duma vez, de uma vez
uwiuu grande
y aldo
yaamep tacho
yaapepo pote de barro
yani óleo para cabelo
yarun selvagem
yasipiny desaparecer
yawapinim onça pintada
ye- eu
ye'eng falar
yemipe- rio abaixo
yemipewara moradores do rio abaixo
yetig batata
yi faca
yk terminar
ypyfer toco
yrupema peneira
-yuri pescoço
yuru boca
yuka- matar
-yuwa asa
'yw pai
ywak céu
ywyra madeira
wã eles, seu
way rabo
-wek barriga
-werap relâmpago
werawerap espelho
werewi quase
'wir- cidade
-wiret irmão (de homem)
woem chegar
wuja moço, moça
'wy deixar
'wyr lugar

Vocabulário Caiapó

cabeça
i-kran

língua
i-ñoto

olho
i-ntó

mão
i-nikra

água
ngo

fogo
kuwú

sol
mut

arco
dzyuzyé

onça
róp

anta
kukrot

um
pudi

dois
amaikrut

Vocabulário Caiapó Meridional

Abreviaturas: S = Saint-Hilaire; M = Martius

abaixar- punó (Pronuncia-se pú nó)
abelha- inpençú, inpennunçú
aberto- çâkrê
abóbora- kukút
abraçar- tiçámpê
abeirar- tiprémópín (Pronuncia-se ti pré mó pin)
abrir- tiçákrê, kaçúkiápo
acender- tiçápô
achar- típiâ (O acento tônico recai em ti)
aconselhar - tiçakión
acudir- timanká, timançá, kuaná
adivinhar - çámpápén
adular- tinunçê
adulto- çutékiát
afogar- tinkônópín (Pronuncia-se tikô nó pi)
afundar- iókâa (Pronuncia-se ió kâa)
agarrar- timpá
água- inkô, nkô. Incó (S e M)
agulha- kiôkín
ajudar- kuatã iâ (Pronuncia-se kuá tan iâ)
ajuizado - çampátêt
ajuntar- topión
aldeia- kukré
algodão- açôt, ançôt
alumiar, iluminar - tiuakuá
alto- ípia (O acento tônico recai na primeira sílaba)
alegrar-se - tiçuákin
amansar- timaçônón
amar- tikapián
amargo- çô, unkué
amarrar- tinapré
amendoim - çâtí
andar- tikúemán
andorinha - kióçúpa (É paroxítono)
ano- kréntót (Pronuncia-se kré ntót)
anta- kiút
anzol- kutuím
apagar- tipín
apalpar- tinunkuê
aparecer - iápupô
apertar- ticykiápy
aprender - kuaácytê
aranha- cêcê
arapuá- ikián
araticum - krikrí
areia, areião - kuká
areia quente - ankiókuká
ariranha - iópaçán
arma- atóme (Pronuncia-se á tó me, sendo o e mudo)
arrancar - tiúátó
arrastar - tikré
arredar- tinamé
arredondar - tiçápôpô
arremedar - tiçáném
arrepender-se - tapyindé
arroz - tançê
articulação- çuktú
asa- çaaci
assado- tikámán
assar- icryamatiká
assentar-se- icín
assoviar- çakepô, çakepôa
até- tén
atirar- tópimán, tikuató
atoleiro- inkué
atravessar- iundé
avô- tapúpiâ
avó- tatúpiâ
azedo- çôá
azul- apánápiâ (Pronuncia-se a pa nán piâ)
baba- çancou
babar- çankôtén
baixo- kakián
banana, bananeira - pakáu
bandeira (tamanduá-) - batutünán (Pronuncia-se ba tu ti inán)
banhar-se- paçuán
barba, barbudo - çampancê
barranco- intókrê
barreiro (lugar onde a caça come terra impregnada de sal) - çunkué
barrigudo- iápytú
barro- unkué
barulho- akókó
batata- iútú
bater- tinápré, tinâprê
bater palmas - cykiápópó
beber- pakón
beber água- inkômán
beijar, beijo - tipén
benjoí (abelha) - kun
beliscão, beliscar - tikondê
berne, berneira - puçú
bexiga- icê
bexiga natatória - tráko
besouro- cinakôkô (Pronuncia-se cin nankôkô)
bezerro- putinacêkián (Pronuncia-se pu ti na cê kián)
bicho-do-pé- patê. Paté (M e S)
bico- çakiát
bigode- çapancê
boca- çakuá
boca pequena - çakuápú
boca grande- çakuáinán (Pronuncia-se çá kuá in nán). Bocca chapê (M) chapé (S)
boi- putinacê (Pronuncia-se pu ti na cê)
bom- pan, tmampé, temampé. Impeim-paré (M) impéimpãré (S)
bonito- tompé. Itompeiparé (M) itompéipãre (S)
borboleta- cióió (Pronuncia-se ci ió ió)
borrachudo (mosquito) - pomancí, pomanxí
bordoada- tikucry
braço- ipá. Ipa (M) ípá (S)
bravo- acê
brasa- çakiát
branco- katétét. Macacá (M) cacatéta (S)
brejo- inkué
brigar- tapininkikô (Pronuncia-se ta pininin kikô)
brilhar- tiúaká
brincar- tinunkiâ (Pronuncia-se ti num kiâ)
broto- iató
bruto- çampánón
buriti- kuáçô
burro- kitaçãoén. Kitaschá (M)
buscar- koatápypy

cabaça- çacêinkô
cabeça- kián. Icrián (M)
cabeçudo- kiánnón
cabelo- kin, ikin. Iquim (M e S)
caçador- çuácêpé
caçar- tiçuácêêmán. Cubupapa (M)
cachaça- inkôço. Incoja (M)
cachimbo- adenakén (Pronuncia-se a de na kén)
cachoeira- tókót
cachorro- ióp. Robu (M)
bom cão- iópticuá, çuácêpé
caçoar- tinunkiá
cágado - ksué
cagar- koêmán
cair- iutén
caititu- tónhót
caixa- akô
calango- çukrenián (Pronuncia-se çu krén ián)
calar-se- iúacryn
calcanhar- pakiát
calçar- kiátápenkiá
calor- pánge (e mudo)
cama- páá. Iunquatú (M)
cambabucha- kôiôn
caminhar- ikuemán
caminho- pir
camisa de homem - mópenkiá
campina - kakê
cansar-se- ikâentót
cana- penkô
canela, tíbia - ité
canoa- pôk
canudo- ité
caolho- intónó
capim- itú
capinar- tinárémán
capivara- intán
cara, rosto, fisionomia - intó
cará- kêôkrít
caramujo- intunnacê
carne- in, cin. Jóbo (S)
carne de vaca - putinaçâín (putina-schain) (M)
carrapato- katitê
carregar- titú, tiçupiâ
caruncho- cynkô, cykô
carvão- çakiãt
cãs- kiánpô
casa- kukré. Uncuã (M)
casar- tiçapiô. Zapio (M)
casca- çakê
cascalho- iô
cascavel- apát
casco- çukôkô
cascudo (peixe) - pêiténtén
castigar- tináprê
catinguento- cipuça
cauda- çampy
cavalo- kitacê, kitaçâ. Iquitachó (S) iquitacho (M)
cava- kré
cavar- tikré
caveira, crâneo - ikxí
cego- intokré, intonó
cera- ipencê
cerrado- indió, psunkô
cervo- impótí. Impoti (M)
céu- pukuá
chamada, chamar - timâkâ
chapéu- kéupió. Kiapio (M)
chato - ipió
cheio- iunó
córrego cheio - iúnóinkô (Pronuncia-se iú nó inkô)
cheirar- tipén
cheiroso- çâpé
chifre- ípa (paroxítono)
chifrada- ipâre
chocalho- çancryt
chorar- inkúe
chover- intá
chupar- tinançá
chuva- intá
cinza- ampió
cisco- akrêkrê
claridade- iáká
cobertor- pinnakipión
cobra- ankán
cobrir- tipió
coçar- tinukrê
coco- kutó
coice- tinanán
coité [ou cuité] - terenêt
coivara- pâtê
colheita- koatátukú
colocar- tiçáá
comadre- iundêkúa
comer- tikukrén, cikukrén, tikrén
compadre- iundê
comprido- i, íre, iguir (Pronuncia-se o gui como em guitarra)
conhecer- napupiâ
conselho- tiçakión
contar- tiçuçá
cópula- prenxê
copular- pinnapinnín
coração- inkôkrê
coragem- imóiámpápa
corda- prió (Pronuncia-se prin ó)
corredeira- kiánindé (Pronuncia-se kiá nindé)
córrego- inkô
correia- ptukô
correr- iútén
correr o peixe - timutén
cortar- tiçakê
costa, dorso - ikpún
costela- inôci (Pronuncia-se in ô cí)
costurar- tiçapôpô, tiçutóó
cotovelo- pakuçú
couro- iké, ptukô
cova- cuakré, kré
cova onde é assada a carne - burubú
coxa- inkré. Icria (M e S)
cozinhar- tikuçáamán
criancinha- ióntué
crina- krin
crista- çací
cuia- pê
cuidar, zelar - tiçuánácênató
cunhado- kiántú
cupim- kôiôt
curar- kuatámunató
curto- ipió
cuspir, cuspo - çankô
cutia- ikiánnacê
dança, dançar - itóómán
dar- timoçô, timonçô
dar pescoção - tiputampín
dedo- çukiá
defluxo- çôióp
defloramento - indenakanhón
deitar- timó, iúnó, panómán
deitar-se- nóómán
demorar- iókêtupô
dente- çuá. Chuá (S) chua (M)
depois- cimamuí (Pronuncia-se ci ma muí)
derrubar- kimpá
desatar- tipó, tapupó
descer- iápúng
descobrir- tapuató
desconfiar- tiçuánén
desdentado- çuánón
desdenhar- tinanká
desejar- cenákêkê (Pronuncia-se ce ná kê kê)
desembarcar- iátó
desejo- bokuató
dia- iáká
diarréia- cinnankô
direito- atâtôt
disforme- anká
dó- iúnky
doce- cicí
doença- iámpiôató
doente- kitatí
doer, dor- titunçá
dormir- panhót
doido, louco - intómampán
dourado (peixe) - kâkiâ
dois- ambrendá
duro- tót
ema- mahán
embira- prinnhón
encher- tinakrét
encolher- timatêt
enredeiro, intrigante - çuánéntópé (Pronuncia-se çuá nen tó pé)
ensinar- timuçakré
entrar- icêêmán (Pronuncia-se i cê ê mán)
entristecer- iáprempé
enxada- çapáia
enxugar- innín
enxurro- iankôçô
enxuto- iúnín (Pronuncia-se iú nin)
ereto, erguido - içáme (e mudo)
esbarrar- tikonkún
esbordoar- tikucy
esconder- ipintó
escurecer- tinánán (Pronuncia-se ti ná nán)
escorbuto- çukiatú
escorregar- tinugrê
escrever- çukiómán (Pronuncia-se çu kió mán)
escroto- inkré
espantar-se- tiçakiá
esperto, agir - iútén
espinha de peixe - tepacê
espirro- çakrít
esquecer- iátêçampánón
estender- timuçúnkuátú, kuatáunçún
estimar- tikopián
estômago- impá, tukê
estreito- ikít
estrela- ançuti. Amschui amsiti (M) Ansiti (S)
estrepe- tipáansôe
excremento- aín
faca- káaçôa
falador, tagarela - çuánéntókót (Pronuncia-se çuá nén tó kót)
falar- tiçuánén (Pronuncia-se ti çuá nén)
farejar- tipén
farinha- panatá. Panatá (M) (Pronuncia-se pa na tá)
faro- çoçutén
fartar- tinakrét
fazer- tikêmán
febre- kitatí
fechar- tipió
feijão- tatacê
feio- tómanká. Intomarca (M e S)
fêmea- pranxí. Anta fêmea = pranxí kiút
ferida- kótita
ferir- tánsuén, tansuê
festa- Veja pagodeira
filho- ipán
filhote de ave - intó
fino- pan
fisgar- tuánsuê
flor- inhánhán
focinho- çâkrê
fome- inkiêto
fonte- inkôtókót
fogo, fogão, fogueira - icry. Fogo itchiú (M)
folha- póraçô. Parachó (M)
fora!- iátó!
formiga- çârutí
forte- pacitôt
fraco- pacikiôkiô
frio- ikíh, kir, namukíh. Kiúti (M)
fugir- iútó
fumaça- çukún
fumar- tipô
fumo, tabaco - aréne. Arená (M) (O último e de aréne é mudo)
furar- tikén, tikêmán
gabiroba- çunkretón
gafanhoto- hitócrít
galinha- xinunxí. Antovehú: Schuninsi (M)
galo- çuunxinunxí. Schaninsischumá (M)
ganhar- timoçón
garoa- iúnguêitá (Pronuncia-se iú unguê itá; soando o u na sílaba guê)
gasto, usado - totún
gato- iómpampé
gatinho- iómpanpépán
gengiva- çuáín
genro- pôkiá
goela- çunkiôt
golpe- tikurciê
golpear- Veja golpe
gordo- nansuê
gostoso- nacicí
goiaba- kuánháp
grande- inán, nan, ti, pó (Inán pronuncia-se i nán)
grilo- kôxí
gritar- íkâ, ikâa
grosso- inán (Pronuncia-se i nán)
guardar- tiçâa
guariba- ipút
guariroba- toncinhón
guerrear- tapentikuá
guiar- timançuá
há tempo- tóputún
homem- impúará. Itpe (M) impuaria (M e S)
imbé (cipó)- apiákâ
inchar- tinakrét
íngua- inakrét
inteiro- atãimótó
ir- pakuêmán
irara- kiókió
isca- çuióp
iscar- tiuansuê
jabuticaba- kréntíne (e mudo)
jacaré- intókóçúme (e mudo)
jacu- ptámampé
jacutupé- cêkríta
jacutinga- napiápán
jaó- pakón
jataí (abelha) - skotén
jatobá (árvore e fruta)- ampô
jaú- inán, tepinán
jaú amarelo - inánpé
jenipapo- ampiôtí
joelho- ikón
jogar, arremessar - temamián
judiar- tinaprê
labareda- ipõ
lábio- çakuá
lagoa- inkô
lágrima- Veja chorar
lambari- tépán
lamber- tinuntuâ
laranja- ksuçoâ
lavar- içuêmán
lavar no rio - paçuêpakrémán
lavrar- tiçakê
leitão- keuacêpán
leite de mulher - çuncê
leite de vaca - putinaçáncê
lembrar- iápuçámpapót
lenha- icry
levantado- tiçán
levantar- paçamán, iúçán
levantar tarde - içontakaiê
leve- nakrit
levar- imótó
ligeiro, veloz - tiprémópín, kuaprémuçá
limpo- knópô
língua- çuntót
linha- cê
linha de anzol - kutuíncê
lobo- pu
lograr, enganar - tópiâmani
lombo- çapatinín (Pronuncia-se ça pa ti nín)
longe- apéne (e mudo)
lontra- iópacê (Pronuncia-se ió pa cê)
lua- ptuá. Putuá: pturuá (M) puturuá (S)
luar- ptuaçô
macaco- ikô
macaúba- kutó
machado- kêur
macho- çuún
machucar- tiçapú
machucado- tipiatê
madrugada- iúnunté (Pronuncia-se iú nun té)
madrugar- timputakún
mãe- tíkâ. Unisi (M) (O acento tônico no i em tíkâ)
magro- pipré
mama- çuncê
mamar- tiçômán, tiçôêman, tipiáçômán
mamão- kanankón
mambucão, abelha - intó
mamona- priticy
mandaçaia, abelha - ikôçún
mandaguari, abelha - amprê
mandar- tiçantó
mandioca- kúa
mandi- kósétí
mangaba, mangabeira - ankêuacê
manhã- iaká imputiapató
manso- acênón
mão- cykiá
marimbondo- prépet
marido- pínpiâ (O acento tônico recai em pin)
mastigar- tikú, tikrén, tikutikrén
matalotagem- timôaián
matar- tipín
mato- iómamán, indióme, ió. Inrmú (M)
medo- timpákêkê, iámpákêkê
mel- inpén
melar, tirar, extrair mel - ótapupô
menino- piúntué, téprín, iprínra. Pintué (M)
menina- priará (Leia-se prin ará)
mentira- namím
merda- Veja excremento
mergulhar- içuámán
meu- iákiáma (Paroxítono)
mexer- tinunkiâ
milho- môcê, môcy
miados- taimunpé
moça, donzela - çuncêkiânakót, piuntué. Itpentié iprontuaria (M)
moço- piúntuará
moela- ikén
molhado- ikó, inkó
molhar- tinkó
mole- pépét
morcego- incêp
morder- tinsá
morrer- iútú, ipintó. Itú (M)
mosca- puçú
mosca doméstica - pómánx, koçuátét
mostrar- timupián, timâçún
mudar- iáputó
mudar os dentes - içuánó
mudo- pennón
muito- apépén
mulher- intié, intiérá. Intiera (M e S)
murcho- iúçô
murici- tékián
murro- tiçápú
mutuca- kôkôt
mutum- ptémampé, ptemaçô
namorar- tikôpián
namoro- taimópián
não- manniá
não responder - iômontimpá
não trazer- cimamapikuí (Pronuncia-se ci má má pi ku í)
nariz- çâkré. Chacaré (M e S)
narigudo- çakênán
nascimento- iinguuê (Pronuncia-se in gu u ê)
negacear- tihikót, tinkót
negro- tepanhó. Tapanio: cotú (M)
neto- tánpiâ (Acento tônico em tan)
nhambu- antó
ninho- çacê
noite- ptikô, ptukô
nu- imaçapô (Pronuncia-se i má çá pô)
nuca- impút
nunca- tapundé
nuvem- iputukô
odiar- inkí
olhar- tiçumpún
olho- intó, ntó. Intó (M e S)
ombro - ikón
omoplata- çukié
onça- napiá
ontem - kóramán
orelha- çukré. Chuceré (M) chiccré (S)
osso- ité
ouvido- çukréçuákré
ouvir- timpá
ovo- inkré
ovo de galinha - xinunxí ikré
paca- inkiá
pacu- ksukié
pai- vóçúm, uçúm. Usúm (M)
pagar- timançón. (Pronuncia-se ti man çón)
pagode, dançar - itóuacê, tóuacê
pálpebra- intóçó
panela- kukiáto
papel- púankákikô, púakákikô
papo- çunkiôtú
parar- iápuçán, timâkâa
parede- pâr
parir- inguuán (Pronuncia-se in hu u án)
parto (secundinas) - çuankôpót
passear- kbú, kubú
pato- iêumatí
pau- pêr. Poré (S) (Pêr leia-se como peur francês)
pé- ipá. Ipáá (M e S)
pedir- tiçuçuê
pedra, pedreira - iô. Pedra keni (M)
pegar- tipúe, kimpá
peidar- ikuâ
peito- çukôt. Chúcoto (M) chucóto (S)
peixe- tép. Teto: topú (M) tépo (S)
pênis- impú
pena- inkún. Impantsa (S)
pente- kâkiâ (O acento tônico em ki)
pentear- tikiákê
pequeno- pan, pú. Ipauré (M) ipansé (S)
perdiz- pekê
perigo- iatêpetukô
sem perigo- inniókuacê
perna- ité, ikrén
pernilongo- puçú
perto- apêmán
pesado- çutín
pescador- titunómém
pescar- çuótó
pescoço- impút. Impudé (M)
pilão- açuaká
pinicar, beliscar o peixe - tinçá
piolho- ankô
piracanjuba- kápóa
piranha- ksuké
piscar- kuánán
plantar- tikré, tikrémán
poção, poço grande - çakén
poço- inkôkré
podre (?)- kêuaçaín (?) (Mais parece significar: carne de porco)
poeira, pó- tinkiôtuçáa
poita- çuóto
pomba- kutití
pombear- tónkót
pontada (dor) - krépôpô
pôr- tapuçí
porco- kêuacê
porrete- içôto
porta- çakuá
porta aberta - kamiçakuá
poupar- tapucê
praia- kuká
preguiçoso- çuanká
prender- tinapré
prenhe- tupót
preto- tépanhó. Tapanió: cotú (M) tapanho (S)
prisão, aprisionamento - kimpá
puxar- tokré
pular- çankrí
pulga- kiançú, kôçúpán
pulo- iútó
quadril- ikón, ikrê
quati- kuticê
quebrado, quebrar - tikún
queixo- çakiát
queimar- tikáá, tipô
queixada- ankiô
quente- akiô, ankiô
querer- mâkiá, mukiá, imamuçón (Pronuncia-se i ma mu çón )
rabo- çampá, çámpy
raio- acê
raiva- inkí
raiz- çarê
ramo- pôr
rapadura- pêín
raposa- panpé
rasgar- timantikâr
rasto- ipáa, ipáá
rato- ançô
rasoura, lugar raso do rio - krénón
rebojo- çaké
receber- timuçón
recusar, rejeitar - tinanká
redondo- timuntó
relâmpago- tinunán (Pronuncia-se ti nu nán)
relho- xinnampré
remar- tikúeman
remédio- pâr
remela- intóuçú
remo- kópacê
repartir- timôçakré
resistir- timampánón (Pronuncia-se ti mam pá nón)
respirar- ticê
responder- iúmokâ (Pronuncia-se iú mó ká [sic])
rio- pakré. Pupti (S)
rir- cyncy
risada- cyncykiôkiô
roça- pu
roncar- iúnhó
roxo - kannampiôpiô
ruim- ikró
ruim, gente- çuçô
saber- ticytâ
sabiá- içún
saco- impótu
sair- iútó
sal- kapaxuá
sangria- tansuá
sangue- ampiô
são, sadio- nançuá
sapatear- iútó
sapo- kretót
saracura- cytupô
sarar- tiapykôt
sarna- çunçôp
secar- pipré, ticinín (Pronuncia-se ti ci nin)
seco- cinín (Pronuncia-se ci nin)
segurar- ticepiú
semente- icí
sepultar- timâkré
seriema- ámpiâ
sobrancelha- intóçôkín
sobrinho- pakré
sogra- kokrípiâ (O acento tônico em kri)
sol- iútât, iútôt, iúktôt, iútáicí
sola do pé- ipáa
soltar- tapyndé
sono- intóketín
sonhar- iiúpintín
soprar- tiçakô
sovaco- çakré
suã, espinha dorsal - çapací
subir- iúçupín
sumir- itó
surdo- çampanón (Pronuncia-se çam pá nón)
surubi- içôa
suspender- tiçanín (Pronuncia-se ti çá nin)
suspirar- çankrékâ
tamanduá-mirim - batutí
tapera- kukré
tarde- ptentê
tatu- ankrê
terra- kypa. Cupa (ciupa) (M) cúpa (S)
testa- ikuá
teu- çakiáma
tia- citón
tição- içáátóómám
tio- çutón, citón, xitón
tirar- tiúató
tiú- akôtinacê (Pronuncia-se a kô ti na cê)
tocar, enxotar - tikón
tomar- tipêpú, tapupêpy
toque de viola - tikcén
torto- xitú
tossir- iká
toucinho- çampôatún
touro- xinakarót (Pronuncia-se xi na ka rót)
trabalhar- tikunkoamán, tiçunkuê. Schampua (M)
trazer- iópô
tremer- tentént
trepar- çupín
tripa, intestino - xin
triste- iápempré
trovoada- iúpít
um- ipút
umbigo- çuntót
unha- cykôkô
urina- iútú, icê, içôu
urinar- itumán
urrar- içumpit
urubu- kêkê
urubu, filhote de - kêkêintó
vaca- putinaxô, putinaçâ. Putinauchá (M)
vagaroso- timópiampé
varar- tansuá
varejeira- ainnicôp
varjão- çáka
varrer- tinápón
vazio- ninín (Pronuncia-se ni nin)
veado- impó, mpó. Impó (M e S)
veia- cê
velha- çuncêpó
velho- kaputún, taputún
veneno ofídico - tinsáanhán
veneno vegetal - koatámastuarê (Pronuncia-se koá tá mas tuarê)
vento- çakô
ventre- impá. Itú (M e S)
vestir- çakú
vida- iápukôt
vigiar- tiçamán
vingança- tapuató
virar a canoa - tôkupá
voar- iáputó
vomitar- çãoacin, çóancín
vontade- bôkuató
vôo- iútó, iáputó
vulva- icê
xingar, insultar - tináiô

FRASES
O menino chorou. - Inkué piuntué.
Os meninos choraram. - Iakokô piuntué inkué.
Matei um jacaré. - Tinuiá intókócúme.
Matamos muitos jacarés. - Minumépá intókóçúme.
A onça brigou com o tamanduá. - Tapín kikôe napiá batutí.
Os caçadores mataram muitas onças pintadas. - Çuaçê impé napiá inkióra.
Antônio era amigo de João. - Antônio tikapián João.
Achei um ninho de urubuzinhos. - Ninupián çacêmán kêkêintó.
Quero nadar no rio. - Kimión pakrémán.
Não vejo a canoa. - Imópáçumpún pôk.
O panará matou a macaca e o macaquinho que ela tinha às costas. - Panará tipin ikô ikôpán ipumandit tiçupián.

Caçada e pescaria
José ontem foi caçar e pescar. - José kiçuacê koramán çuátó titú menacê.
Chegando ao rio, desatou a canoa grande, nela pôs o cais (sic), rumou para a ilha, desembarcou aí e jogou os anzóis. - Pakrétén tipó pôkinán, tiçáa ióp pôk, tikkúemán iondé, iató, tmamián kutuín.
As iscas eram um coração de pato, uma perna de mutum e um sabiá inteiro e com as penas. - Çuióp inkôkré ieumati ikrén ptemançô, içún atán tmópy inkun.
De repente pinicou no anzol; estava ferrado um peixe. - Tikondê tinsá mutén; tiuansuê tép.
Retirando-o da água viu que era uma piracanjuba muito grande; tirou o anzol e pôs o peixe na canoa. - Pakrépê tapuató, taptiçumpún, tapuató kuttuin, ticê kópóa pôk namán.
Resolveu mudar de pesqueiro, foi para a ponta de baixo da ilha e pescou em uma pedra. - Namutó kapú çuókúe; kaçuókú pakiá tután, iáputó pôkpê iató iôtán.
Iscou o anzol com um pedaço da piracanjuba. Jogou-a. - Tiuansuê kutuín kapoa. Imamián.
Pegou desta vez um surubi pintado. - Tómém içôa.
Depois não pôde mais pescar por causa dos cágados. - Cimamuí apupô ksuépê krén.
Pôs os anzóis de espera em um poção e foi passar a noite no barreiro da outra banda. - Timançô kutuín çakén imócin uáká çunkué çatá iondê.
Pela meia-noite veio uma anta com duas antinhas e na mesma hora um grande mateiro. - Impô tamáia pupô ikít aípupô kiút, ambrendá kiút pan, tikônén impáinán.
José atirou rápido e a bala varou as espáduas do mateiro, que caiu morto. - José tikuató tipré mópín tokén mató çupú mutan iúty.
As antas se espantaram e dispararam no mato. - Tiçakiá inkiút, iutén ió.
Ele abriu o mateiro e os peixes. - Takiâ impó tép.
Fez uma festa que todos acharam muito boa. - Iremacikâ tóuacê tiçuáném tmompé.

Vocabulário Caimbé

cabeça
krin

língua
noné

olho
kané

orelha
ningréin

água
goyo

fogo
pin

sol
arán

onça
min

cobra
pan

milho
ñara

três
taktón

Vocabulário Caingangue Central

cabeça
krin

língua
noné

olho
kané

orelha
ningréin

água
goyo

fogo
pin

sol
arán

onça
min

cobra
pan

milho
ñara

três
taktón

Vocabulário Caingangue Guanhanã

Por Frederico Rondon, colhido com três velhos Coroados do Toldo da Guarita, em Palmeira - RS, em 5 de Junho de 1930.

chefe- pahi (de pai, padre)
chefe maior- pahibangue (bangue - grande)
homem- hon
mulher- hontatá (tatá - fogo) (tupi)
criança- nherci
menino- utsi
galo- nhacibangue
galinha- nhaci
pinto- nhacici (ci ou chim - pequeno)
cão- hon-hon
cavalo- grongron
casa- hin
roça- epã
estrada- emin
mato- naú
campo- erê (erebangue - campo grande; erechim - campo pequeno)
rio, água- goi
chuva- tá
fogo- pi
pedra- pó
terra- gá
milho- nhere
feijão- aregueró
arroz- arecané
carne- tini
porco- crepi
faca - rogró (r brando)
machado - bé
pau - cá
boi- oionecá
cama- cacrê (de catre)
rede - taiafã
plantar milho- nehere crene
plantar feijão- arengueró crene
colher milho- nhere brai
já colheu o milho- brai carsure
ontem- requete (r sempre brando)
hoje- uri
amanhã- naica
chegou- catê-hure
vai chegar- guai-catê
guerra- jademonguete

Vocabulário Caingangue Ingain

arán sol
bang grande
ben, pai (guarani) homem
beng machado
bibgá mão
góio água
hon-hon cachorro
ín casa
ká árvore
kané olho
kesha lua
ko, kon comer
kokrón panela
krin cabeça
krin estrela
kron beber
kuprí branco (cor)
kushon vermelho
ñá dente
ndó flecha
ñer, ñara milho
ñe-sí pássaro, ave
ngá terra
ñingren orelha
noné língua
pen pé
pin fogo
pir, pire um
pirá (guarani) peixe
pó pedra
regré dois
sáig preto
sin pequeno
tanteg mulher
tectón três
uí arco

Vocabulário Caingangue do Sul

Deus- Tupé
sol- leve
lua- cãssime
estrelas- clingué
homem- dofuve
mãe- ningtave
menino- confuve
menina- jacrove
olhos- caneve
pé- opeve
pedaço de pau- cave
jabuticaba- meve
cavalo- mingbagare
anta- cojuru
água- goió
veado- kinbeve
macaco- cajere
grande- crangue
pequeno- carove
onça- mingue
fogo- finfinve
papagaio- iongiove
jacu- penhe
lambari- clingloforce
milho- nheré
fubá- manenfu
feijão- ingró
abóbora- pacove
flecha- dove
perdiz - curupepé
cachorro- fogfogve

Nas palavras acima o e sem acento é pronunciado fechado e o é acentuado se pronuncia muito aberto, como em Português. A repetição da sílaba ve no final de inúmeras palavras parece indicar que se trata de um artigo.

Vocabulário Cajaurum

cabeça
krén

dente
kiyún

água
muñám

fogo
shompeik

sol
tarú

terra
nák

arco
uásik

onça
kuparák

pássaro
bokoun

Vocabulário Calapalo

A língua falada pelos Kalapálos é bastante pobre e os nomes quase nunca se encontram na forma absoluta. Os substantivos, os verbos e os adjetivos, ao que parece, não se flexionam, bem como não há preposição, nem conjunção. De sorte que duas ou três palavras dizem muito, expressam longos pensamentos, como, por exemplo: 'inháve tuanca' não só quer dizer 'venha cá, vamos tomar banho', mas também 'dê-me água', 'traga-me água', ou 'quero beber água'.

Demais, uma que outra palavra tem vários significados. Por exemplo: 'apílo' quer dizer 'surrar', 'matar', ou então 'derrubar'; 'uangutá', 'serétundá' e 'zangutá' significam 'dormir' ou 'descansar'. Além disso, dificílima é a combinação dos sons, ou prosódia. É porque os silvícolas falam, geralmente, ora entre os dentes, ora com a boca quase fechada, o que dificulta anotar-se a pronúncia das sílabas, ou a correta transcrição dos vocábulos.

Corpo Humano

antebraço- umbúaro
ânus- voátaro
barba- aiçú-pisso
boca- untáro
braço- unhícuo
barriga- utévuro
cabeça- uítero
cabelos- unhacávuro, vacávuro
costas- utúvero
carne- tenhélo
cabelo do corpo- uí-pôro
cabelo das axilas- uiatá-piço
cabelo do púbis- uin-buviço
dedos- unhátero
dente- uíro
joelhos- uiripãnharo
lábios- uiráteso
língua- unhúro
mão e dedos- uinhátero
nariz- uinátaro
olho- uínho
ombros- uátaro
osso- surupé
orelha- vãnaro
pestanas- uinhopiso
pescoço- uitínharo
peitos- uanátru
perna- vútso
pênis- vúri
pé- tapru
queixo- uícro
rosto- uímoto
sangue- uoo-amátso
sobrancelhas- uitápeso
testa- vínito
unha- uanhambiro
umbigo- vónito
vagina- irúru

Elementos

água- túnha
areia- tunáquinhe
aldeia da mata- éthe
aldeia, taba- furóro
algodão- toróquie
barro- inhá-quilo
barranco- rína
buriti- quínhe
casa- úne
casa das flautas- kuácutu
cabaça- párugo
campo- ânha
caracol- hínho
céu- cáfu
chuva- cunhôvo
concha d'água- vête
córrego, rio- avúaro, fangúnha
dia- éroti
estrela- tandinhocô
fogo- híto
fumaça- liticé
habitações- furóro
ilha- araquetôvo
jatobá- uáre
lua- húne
lua-cheia- sacânuro
lua-nova- múviço
lago- fáro
lagoa- hípa
manhã- mítote
mato- etisune, hí
mata, floresta- hitsune
noite- cóco
nuvem- camundo
pau- hí
praia - nhétune
pedra- tévu
rio- fanfúnha
raio- híto
sol- riti
taquara- nívu
terra- nôgoo
timbó- híthe, timó
trovão- cilo
vara, pindaíba- zízitu
vento- víto

Animais Selvagens

anta- diáli
ariranha- táro
capivara- vacúriza
cervo- assá-cuéro
caititu- ato
macaco- cadiú
macaco cuatá- cavúgo
onça- quére
preá- acúre
paca- rênari
porco-do-mato- áto, atuvuêro
rato- umbé
tatu- carútava
veado- arátara, assã

Aves

avestruz- tó
arara- tavítse
bem-te-vi- hí-ti-vi
beija-flor- tolungu
colhereiro- carúto
coruja- apuchuá
corvo- cúari
gavião-real- locuêro
gavião médio- acútso
galo- itçú
galinha- cuacãra
gavião pequeno- tolocuero
garça- urízo
gaivota- curísoca
jaó- acã
jacu- tuála
jaburu- acára
jacutinga- tuála
martim-pescador- caçaquero
macuco- ponózo
maracanã- tidiuquéra
marrecão- anagãa
mutum- cussú
mutum-de-castanha- pãnhe
papagaio- cuáco
pato- covôngo
periquito- ninhô, curitse, tio
perdiz- itivi
pomba- táva
passarinho- tolonguro
quero-quero- téru-téru
saracura- cótoro
socó- aritanhôa
seriema- frári
tucano- cávoca
urutau- quaquáro

Peixes

arraia- maé, tivári
barbado- cadiarima
bicuda- dioví
cachorra- ávi
cascudo- varáru
grumatá- quátari
jaú- canaquero
jaraqui- dianápa
lambari- tavúri
piranha- vênhi
pintado- trúvi
pacu- uquívari
poraquê- anhãmo
traíra- vézoco
tucunaré- savúndo
trairão- tânhe

Répteis

cobra- êque
camalhão- ônho
jacaré- távinha
jibóia- quecuero
lagarto- uvíti
lagartixa- áruta
lagartixa pequena- tamúci
sucuri- ocóto
sapo- carívuro
tracajá- vicútava

Insetos

aranha- zóti
abelha- acúzo
borboleta- vótoto
besouro grande- mimútse
cascudo- feúluri
carrapato- carínheque
cigarra- cátaro
formigão- zigue
formiga- cráque
gafanhoto- inhô-toto
marimbondo- ocõn
muriçoca- táque
mosquito- núgue
mosca- arúa
piolho- háu
pulga- ânro

Objetos de Cultura Material - Armas - Enfeites - Adornos e Utensílios Domésticos

arco- taváco
abanador de fogo- aturinha
aparelho de fazer tatuagem - vínhe
canitar, capacete- ripo, cavocóvuro
banco de madeira- urí
brincos de penas- fanápulo
braceletes de penas- banai
cordas de algodão- amburaáitso
cesta quadrada- atáu
cesta de buriti- avúrica
cesta redonda- atâno
cestinha de buriti- akangavi
cesto grande para farinha - asságu
cestinha- sátaro
cabaça pequena- tumizéporo
cesta redonda- avúrica
cesto de buriti- canaví
colar de unhas de onça- quére-inhombiro
colar de caramujo- undivérico
cinto de algodão- uetícoro
chapa de barro, redonda- aláto
cuia grande para óleo- cutívaro
cabaça de guardar pequi
e urucu - fá
cesto comprido, cônico- avúritsa
colar fino, de concha- urúca
colheres feitas de
cabacinhas - tuvéguinhe
desenterrador de mandioca - tuquilo
esteira de espremer
mandioca - tuaví
flecha- furé
flecha do Iawari- ifáraca
fuso de fiar algodão- vôla
mão de pilão- covérele
machado de pedra- tévu-húu
madeira de fazer arco- icégui
madeira do arco- madiávi
novelo de fios de algodão - étinhe
propulsor- narítovo
panela grande- avúcuro
panela média- onhotêrovo
panela média (pequena)- equítsvo
pente- vanda
peneira- manáre
perneiras de embira- lacúmiso
panelinha- távinha-vútovo
panela pequena- atanhe-cusere
pequeno indumento das
mulheres - hehúnhe
pilão- côvo
rede de dormir- hétire
ralo para mandioca- inháro
secador de mandioca- canaritáu
trempre de varas, tripé- hóro
tábuas ou suportes- tuápavi
talos de buriti, unidos- wacá
tábua de fazer beiju- cutíro

Instrumentos Musicais

flautões de madeira- carrúto
flautas longas de
taquara- atããga
flautinhas de taquara- kulúta
flautinhas de taquari,
unidas- tíveve
flautas grossas- tuátanaru
maracá- hângue
máscara de madeira- diacuicáto
flautinha- turuá

Material de Pesca

cesto cilíndrico- cuzo
cesto de vime, oval- hútu
remo - têne
canoa- éfu, éfu
cesto comprido- táca (cônico)
cesto curto- cúndu (cônico)

Verbos

caminhar, andar- vôio, uacutundá
subir- ucãnho
bater- apílo
nadar- uiênere
mergulhar- suborocaríts
correr- usácule, sáculo
quebrar- motoróque, suvênero
rebentar- eliquênero
cortar- quênero, sámie
voar- hálu
deitar- uitíquinhum
deitar-se de costas para o ar- lámidio
levantar-se- ticáidio
sentar-se- uacánere
alcança-me- inquéte
cuspir- uitacú-tilo
abrir- avunítilo
surrar, matar- apílo
vomitar- cuéticinharo
falar, conversar- uitárinhundá, uitárinho
sacudir- ipémilo
cantar- rinhundá-uírinho
gritar- véto, téliça, etérie
assobiar- votânho
espirrar- tínhilo
morder- quéri-tilo
cair- vúnguilo
queimar-se- uanênoro, uatutá
dormir- uangutá, uângulo, zangutá,
sonhar - serétundá, uénitundaá
acordar- váquilo
olhar, observar- tarênero, uinhano
ir embora, afastar-se- telengo, televien
acabar, terminar- timbu-quilo
chorar- vonundá, votonundá
coçar- queritã-quídio
bater- avúnero
dançar- uágun
pular- nanávero, uanávero
comer- tiambálo
beber- tanônero
nascer- marundá
morrer- titi-leva, ânha, taponhelevá
rir- utéro
defecar- uíquilo
urinar- uítilo
brigar- toráco
apertar, abraçar- sécunúnoro, aúquilo
jogar, pôr fora- arílo
fechar- tingócuie
lamber- nunínoro
derramar- rápio
rir alto- uítero
espirrar- tínhilo
fumar- tanínho
agarrar, apanhar- inúro, inhó-nenero
abrir- tingário
cansado- uacutúgho
caçar- vôlunia
pescar- canáque-tetá
trabalhar- cassuandá, satundá
descer- uítelo
assoprar- uídio
chegar- uendá, uênoru
sair- niátelo

Advérbios

longe- iváque
perto- váquila
aqui- ânde
ali, aqui- â-ande
lá- ãnhe
muito, bastante- acúnhi
dentro- híde-uissane
pouco- acunhilá
alto - cáperre
baixo- caperrelá
em cima- inhariporá
atrás- inzavo
em frente- zacôrra
fora- uquirátelo
não- avôto; votuéla
sim- hôze; aitesevá

Adjetivos

bonito- atúto
feio- fécinho
pequeno- zônho
grande- sêquero
duro- tuvílinho
mole- tucúrinha
branco- taláquinho
preto- tuvuzeuque
vermelho- tupizorinho
verde- tcumininho
amarelo- tucuví-zinho
alto- cáperre
baixo- caporrônho; fúnho
gordo, grande, grosso- sêquero
magro, fino- húngo; tíviro
frio- ipurélo
quente, calor- virãgo; unúndane; tatu-minhã
homem velho- févu
mulher velha- farú
redondo- tiruaquinho
quadrado- tucóvitinho

Interjeição

oh! ah! bonito!- hênhe
ai! ui! he!- hethê
gritos de alegria- huá, huááá!
apelo, venha cá- inháve!

Família

homem- tôto
mulher- itãoo
marido- vítso
esposa- inho
noiva- darátovo
criança- comunquéto
menino- cãnhã-múque
casar- vitso
pai- apáio; hápa
mãe- amãnho-âma
filho- munguêto; méri
irmão- vizunga
cunhado- vamé-tiro
avô, avó- aivuálo
sogro, sogra- votí-so-vo; votísivo

Tempo

manhã, clarear do dia- mitotê; nácanum
amanhã, de manhã- cógueti; mítote
de tarde, pela tarde- corrótese
meio-dia- cápora
noite- cóco
hoje- ânde
ontem- lépene
um mês, uma lua- hágate úne
dois meses, ou duas luas - táquecó úne
três luas- tílaco úne
inverno- súruto
verão- cávu-vecúene
estação chuvosa- cunhóvu

Números

1- hágate
2- tílaco
3- táquicó
4- tatacrêne
5- inhá-toi
6- hágati-unguretôvo
7- táquicó-unguretôvo
8- tilaco-ungurê-tôvo
9- talacrene-ungurê-tôvo
10- tí-moro
11- hágate-augurê-tôvo
12- táquicó-angurê-tôvo
13- tílaco-guetôvo
14- tatácrene-vanguretovo
15- inhá-toi-guêtovo
16- hágati-hátoi
17- táquico-hátoi
18- tilaco-hátoi
19- tatacrene-hátoi
20- tímovo

Alimentos

milho- aná
abóbora- tópu
batata- aniza
beiju- quine
pequi- inze, zêne
mangaba- catúa
mel- hínhe
feijão- cumanai
buriti- quínhe
mingau de mandioca- idizinho
beiju de polvilho- tilí-zinho
beiju dissolvido n'água- carúpe
mingau ou farinha de mandioca dissolvida n'água - cuílico
massa de mandioca, em forma de pão - ipíza
beiju grosso- equíne
melancia- párugu

Danças

turuá - um jovem guerreiro, coberto da cabeça aos pés com uma túnica de palhas de coqueiro, vai pedir alimento, de casa em casa, soprando uma flautinha.
hára - dança das máscaras, executada pelos homens.
aúrovi - dança dos guerreiros. Um homem atrás do outro, em fila; executam passos para frente e para trás; ao lado deles, os "pajés" da tribo tocam os seus maracás, de pé.
sanacaví - dança das taquaras, executada por grupos de três a cinco homens.
diacuicáto - máscara de madeira, para as danças cerimoniais.
carrúto - flautas de madeiras, grandes e grossas. Dança a que as mulheres não podem assistir.
atããga - dois homens, soprando compridas flautas de taquara, vão de casa em casa, entram e, no interior das habitações, executam a dança. Às vezes, duas mulheres os acompanham.
diamuicumálo - dança das mulheres.
iawari - dança dos homens, ou luta simbólica entre duas tribos inimigas.
ivát - dança de máscaras realizada pelos homens
taruanã - dança executada por dois rapazes em frente a um pajé batedor de bastão.
tavíte - sepultura dos caciques. Dança em torno da sepultura.
uca-uca - luta corporal desportiva.
urutaví - dança e toques de pequenas flautas de taquara, executada pelos rapazes da tribo.
anguvi - dança dos homens, em homenagem ou culto aos mortos.
quarupe - cerimônia religiosa, em homenagem aos antepassados, sobretudo em memória dos caciques falecidos.
Frases

bom-dia- aváquique, rena-voítse
como te chamas?- tomai-tí toi?
como vais?- uérenicalérei?; rena-voitse?
vens cá depressa- inháve-téte
traz aqui, alcança-me- inguéte-uinha
vamos embora; vá embora- quê-te-vá
até logo- téleva
espera aí; espera-me- ocangue-vóvo
não tem; não há- inhálo
acabou; terminou- votúleva
que é isto?- titôme
vamos tomar banho- tuanca quéte
venha cá, vamos ao banho - inhave, tuanca quéte
calapalo chegou aqui- kalapálo uendá hina
alcança-me o arco- inguéte taváco
eu- hugue
você- huére
ele- héle
meu- huénho
teu- énho-cavire
seu- huére
eu gosto de você; eu te amo- húgue iútandu; uitson huére
alcança-me isso- inhave inguéte
traz aqui- inguêteva
dá-me; dá para mim- uínha-túngue
assopra o fogo- uídio híto
ali; está ali- ânde-váquila
calapalos, venham cá, todos, depressa, vamos trabalhar! - kalapálos, inháve-téte, cotóte, qué-te-vá ucásandome vóve!
vamos trabalhar- qué-te-vá ucásandome vôve
o que foi?- omaiça?; oamaiçá?
o que é?; que é isso?- túo, tú tome?
o que vais fazer?; aonde vais?- unametetá?; unhetetá?
venha cá!; vens aqui? - uégu-téte!
chega- aivá
mais- opúruin
venha cá, vamos comer- inháve-téte, tianbátome
quem deu para você?- toundôvoro?; toundôvoro-huére?
foi você- huére úndovoro
que está fazendo?- uamaissá?
nada- vôto
traz água- iênculo tuã-cualupenhe
mentira- aundá
vais buscar água- tuã éguete inha, tuã-voveta
preguiça- uéreçundá
sono- temamáquelo, uito-véque-uivenero
saudades- uótonundá
traz; alcança-me- hinguéte
brabo- sotundá, hucóto
eu estou brabo- húgue-cotundá
ruim, miserável, mau- canhínha, caínha
doente- uoranundá
coito- uéticuna, ticutá
vá embora- téquevá
não sei- cóoo
quebrou; rebentou- motoróque
muito brabo- ucóto-acúnhe; cotundá
todos; tudo- cotóte
amigo- visuãro
inimigo- vuisuvaravano
dor de dente- uiroitunundá
dor de barriga- tévuruitunundá
dor no estômago- tevurucuilo
dor de cabeça- uitoroitunundá
dor de ouvido- vánaroitunundá
bonito- atúto

Miscelânea

tonsura sobre a cabeça dos homens - uipôare; uipoquetôvoro
cercado, ou reclusão dos jovens de ambos os sexos, quando atingem a puberdade - húa; huandêporo
casa- húne
trempe tripé, para assar peixes - hóro
madeira do arco- mandiávi; sédie
flecha rombuda, para
jogar o "iawari"- iíaráca
caramujo grande, para fazer colares- oíque
canitar feito de penas de arara- furéco
ovo de pássaros- caçaravuin
suporte com que as mulheres forram a cabeça para conduzir panelas e cestos- tá
folha vegetal com que os "pajés" fazem seus longos cigarros- tuvánero
arranhão- icúciporo
urucu- mãgue
cinto e fios de algodão, que os homens usam em torno da cintura- uetícoru
dança das taquaras- sanacaví
novelo de linha de algodão- toróquie
abanador de fogo- túrinha [cit. antes como aturinha]
peneira- manáre
vassoura feita de talos de buriti - équiza
talo vegetal com que fazem flechas - furé
mingau de massa de mandioca - carúpe
tabuinha de fazer beiju- cútiro
mingau de peixe cozido- alílo
pequena panela- tânhe
massa de mandioca- cúinhe
esteirinha de espremer mandioca - tuávi; vânharo (também de guardar penas)
cabaça; cuia- táva; capávuro; cutivoro
pão de mandioca, pequeno - regue
pão de mandioca, grande - pisáregue
pulseiras de fios de algodão, que os homens usam no antebraço- bonaitso
jirau para secar mandioca - tibuco; pisaregue

Vocabulário Camacã

cabeça- aurú
orelha- nincouká
olho- anquedô
nariz- ninjicô
boca - diharicô
lábio- diukah
ombro- nincam
dente- dju
língua- dihary
mão- nincas
dedo (do pé)- haúan
braço- nhiuám
pescoço- ninkadjô
dedo (da mão)- nhindjú
unha- nhindjouká
coxa- acatçá
perna (canela)- cai
pé- uádhê
pele- anká
menina- carancódjô, ou quanin
negro (homem)- cuadá
pessoa de consideração - huahy
pessoa ruim- abonhô
velho (homem)- stadjê
arco- cuhan
canoa- canoacá
cobra- kfö
banana- dacô
peixe- huam
traíra (peixe)- huim
casa- dhá
fogo- diakö
lua- dihê
sol- yotcou
ele dorme- humhum dhon
quero peixe (desejo comer peixe) - nhuam quhá
eu o vejo- ha hôch
eu (me, eu) - chcan (o ch quase imperceptível)
dê-me água- chcan couhá

Vocabulário Camaiurá

Obs.: c = ts

'acã um pouco
a'e ele, eles
a'eherawi depois disso
'angá este, isto
anga kati para cá
aha vou
aimé agudo, afiado, cortante
akarãy escrevo
'akiki formiga
'akiki macaco guariba
akwahap sei, eu
akwama'é homem
'am aqui
ama mãe
amán chuva
amanaú gelo
ameweyué perto
aminiyú algodão
amo mais
amó outro
amoeté longe
anité não
'anuyá rato
apa pai
'apikap banco
'aputereap aparelho para levar coisas na cabeça
arawiri braçadeiras
'át dia
ayacimong balanço
ayurú papagaio, esp. de
awá gente, pessoa
awá quem
awací milho
awuyete nekopí certo, correto
-cin nariz
ené você
enuá pilão
'ero'icáng frio
ewo'í verme
hacin chifre
ha'íy semente
hãy dente
hakup quente, morno
ha'o carne
háp pena, pluma
hapi tia
hapó raiz
heá olho
he'en sim
hekowé coração
hemerikó esposa
hení saliva
hét nome
hetimakang perna
hupi'á ovo
i'á fruta
'i'ahu'á redondo
'i'ahwen cheiroso, cheira bem
'i'iáw sujo
'i 'aik curto
'i'akang cabeça
'i'akinm molhado, úmido
'i'ap cabelo
'i'apé costas
iarõ gostoso
'i'ayãng muito
'i'ayút pescoço
'icapiráng sangue
'icíng branco
'icarém estragado, podre
'icowí verde
ie-reme lábio
ie-ripy káng testa
'ihuku comprido
'ihwã mão
'i'í dizer
'i'iepo intestinos, entranhas
'i'iwa'i'í fino, delgado
'i'ihwapen garra, unha
'i'irun marido
'i'iwau espesso, grosso
'iyuru boca
'ikang osso
'ikáp gordura, graxa
'ikatú bom, é bom; reto
ikicingoki limpar
'ikíp piolho
'ikõ língua
ikohúp cinzas
'imaraka música, canção
'inamí orelha
ini rede
inimo fio
'ipí pé
'ipepo asa
'iperenán joelho
'iperé fígado
'ipi'á barriga
'ipicun preto, negro
'ipip perto de
'ipi'un pium, mosquito
ipirá peixe
ipir'ét pele
'ipoci'á peito
'ipo'í estreito, apertado
'ipotit flor
'ipowíy pesado
itá pedra
'iya'en pote grande, panela de barro
'iyí mãe
'iyinm liso
iyé eu
'iyup amarelo
'iwáng vermelho
'i água
-i mãe
'i'apin cuia
'iat canoa
'icing areia
'iekwap correr (água), fluir
'íy terra
'i'íp flecha
imirá triturador
'ipé casca
'ipipit largo, amplo
'ipitun noite
'iupawapé lagoa
iy sujeira
iye eu
iwaká céu
iwi terra
'iwicíng nuvem
'iwicimót pó, poeira
iwirá árvore, pau
iwira'í pauzinho, palito
iwirapat arco
'iwit embira, fibra de cipó
iwitú vento
ka'á mata
ka'í macaco
káp maribondo
kaparím rápido
kapima veado pequeno
ka'apuwut caçar
karaiwa branco, homem branco
karamema presentes
kawin cauim
kié, kiea faca
ki'iny pimenta
kiwap pente
-kõ língua
kuewi agulha
ku'icíng seco
kunu'um menino
kururu sapo cururu esp. de sapo
kuyã mulher
kuyatã imét moça
kuyat'ití ave, esp. de
kwaríp ano
kwát sol
ma'á no'at o que
ma'aré porque
mapakari sabão
maramoé quando
matawí pindaíba
mawité o que, como
meyun beiju, pão de mandioca
mirá velho
miyát bicho do mato
mo'apít três
moin cobra
mokap espingarda
mõkõyn dois
mo'ohet bebida de mandioca
moyepeté um
moyo'irun quatro
murunu amendoim
naimeité embotado, cega (a faca)
nakwahawite não sei
nikatuité mau
nité com, e
o'ám ficar de pé
o'anúp ouvir
o'apik sentado, estar
o'ata andar
o'ayiwik apertar
o'aw deitado, estar
ohuká rir
ohwat atirar, jogar
o'iwiyewit vomitar
oi'u beber
ok casa
okáy queimar
okét dormir
okici cortar
okiye temer, ter medo
okoy aquele
okowé viver
okutuk furar
okuy cair
okwaháp saber
omanó morrer
omaraká cantar
ome'eng dar
omomót atirar, jogar
omoník soprar
omowók rachar
onupã bater
opapát contar
opiat coser, costurar
opihik agüentar, pegar sustentar
opín esfregar
opitet chupar
opotuká lavar
opuyaru brincar
oré nós
o'ú comer
o'út vir
oye'éng dizer
oyemonetá pensar
oyewít voltar, dar a volta
oyo'ók cavar
oyepituerút respirar
oyu'akáp brigar, lutar
oyuka matar
owewé voar
owewiy bóia, boiar
owuwut inchar, inchado
paraná rio
pé aquele
pehén vocês
peke'i piqui
pém aí
petím fumo, tabaco
piá rede de pesca, tarrafa
piná anzol
pinayám linha de pesca
pipé a, em
pitáng criança
(r)ane agora
ta'ipiacã pequeno, poucos
tapé picada, caminho
tapi'it anta
tatá fogo
tatacíng fumaça
tatupep tatu
tayaú porco selvagem
temi'ún mandioca
tete só
tipeyap escova
tipucing água suja
tiweráp mar, ondas altas
tuawi esteira
tukanan suporte para fritar peixe
túp pai
tupahám fio
tuyáp grande
umám onde
uru'a flauta
utú avó
yahú ave, esp. de
yaí lua
yaitata'í estrela
yakaré jacaré
yaní azeite
yanuha aranha
yapé grama, relva
yawa'ip erva, capim, grama, relva
yawát onça
yawewit arraia
yawiripiwanakwarip posto (da Funai)
yené nós
yenepomomáp cinco
yeru'a instrumento musical
yetik batata doce
yí machado
yukít sal
yuru'e mentiroso
wáng vermelho
wa'ierun anel
wararuyáp cachorro
wáy rabo
we'iny raspar, coçar
wekíy puxar
wecák ver
weruracã alguns
wetép todos
wetún cheirar
weyãm falo
wirá ave, pássaro

Vocabulário Cambiuá

álú'a aluá, bebida fermentada de murici
ánzú'ká bebida alcoólica de jurema-preta
bibi água corrente
brázádo fogo
'fílípin tamanduá
'fóiasa raposa
'gwánwun veado
'kákwi ~kwákwi cachimbo
'káñíkin tatu-bola
'kóim abelha
'kólúmi criança
'kõnã gado
'nekru branco, homem branco
põin porco do mato
'pónui, pã'húi fumo, tabaco
púseren ovelha
'ši'túru mulher
tã'kázúpi negro
'tói fogo
tshyárítshya branco, homem branco
'tshyáparú besta
'túpara porco do mato
'tyáposeren ovelha
Índice