Vocabulário Tariana

átsia homem
inaru mulher
nayu mãe
páyu pai
yanape criança

Vocabulário Tatu-Tapuia

awaké branco, estrangeiro
kená avô, o velho
meem tio
paáro fogo
umú irmão

Vocabulário Tauité

Vocabulário Nambikuára-Tauitê

antebraço- tanokrê
barba- taiuitê
boca- taiúirí
bracelete- iái-ndê
braço- toerabatndê
cabelo- tanaguitê
céu- uútcindê
cotovelo- tanokurukrí
criança (filho)- tauhitê
guia- ualotê ou kautê
dedo- tahitê
dorso- taragutnarí
joelho- tacinguedukrê
lábio- taiunindê
língua- taiú-hendii
mão- toaiguedokrê
nariz- taiúiran-dí
olho- taiendê
orelha- tanakalatndê
panela- uat-ndí
pé- taiutê
peito- tanokaindê
pênis- taguirí
perna- talahendê
queixo (mento)- taiukautê
seio- tanohurê
ventre- tataharí

Vocabulário Nambikuára-Tagnaní
Serra do Norte - Rio Festa da Bandeira - Rio Karumi

água- narutundú
algodão- gündê
antebraço- uanokrí
arco- hutê
axila- uenakalauendí
bastões ignígenos- haitandü
boca- uaiurí
bracelete- taláte
braço- uanokrí
cabeça- danakitú
cabelo- uonekitê
carne- lutú ou lutê
cavilha para o lábio- tauirirí
cavilha para o septo nasal- kondü
cesta- tchirê
cigarro- etü
cinta de palha- iahundürü
cotovelo- uonokurokri
coxa- uacednorí
cuia- eruendí
dedo- uahitê
dente- düüirú
dorso- ueragodnê
estrela- tangrê
faca de pau- hikautí
flecha de taquara- uaindê
flecha romba- duhündê
flecha lisa- hauguidê
fogo- ekatê
fronte - uignakrí
fumaça- tchindê
gafanhoto- kiguitê
gritar, grito (laringe)- uilakurokrí
joelho- uaneguerúkurandê
lábio- uikohuin-ndí
língua- uaihendê
macaco (Cebus sp.)- hotê
machado de pedra- hiaugnindí
mendioca- hiritê ou chiritê
mão - uahitê
massa de urucu- huduhúkaidí
moquém- hirirí
milho- guiaté ou kueté (ou ü)
nariz- oiranindê
olho- uîgnindí
orelha- unaçolandê
para chamar- heron! heron!
para perguntar- irírí? irírí? ou endutrá?
pau- irikatê
pé- uakatê
peito- uaenakaedê
pêlos pubianos- uoguirí
perna- uanadurí
pescoço- uaelatgotê
rede de dormir (nossa)- teendê
seio- uano hurí
sol- tchondí
tatu- ualutndü
terra- alôre
unha- uegatndê
urucu- uduhúkaidí

Vocabulário Nambikuára-Kôkôzú - Rio Juína

abano- kuêkiçú
abelha bojuí- detoçú (P)
abelha borá-cavalo- arukitaçú (P)
abelha jati- oiaçú (P)
acender- hanêçú
água- unrazú
andar- aikedütü
anta- iunzú (P)
antebraço- oanukizú (ou çú)
apagar- unritirá
arara- aranzú (P)
arco- hukiçú
artelho- toaiugualizú
aspas das flechas- aiêuinçú
bacaba- uêdndü
beija-flor- duníriguizú
bigode- toaiôetaçú
boca- toaiuçú
bocejar- toai endnuzú
bolo de tapioca- urikanzú
bonito- uarú
borboleta- uodedeçú
bosta- iaiguenoçú
bracelete de fibras- kolá-antçú
braço- oonukiçú (ou zú)
brinco- arokiçú
buriti- hêrú
cabeça - toanekiçú
cabelo- uaekikiçú
caju- erekiçú
calor- uanindütü
caminho- dihinuçú
campo- uentzü
cantar- haiguedazü
caracol- baánendütü
casa- siçú
caveira- mamaklizú
céu- acendjú
cesta- atiçú
chorar- nandütü
chuva- ueçú
cinta de contas pretas- kainundzú
cinta de fibras- ialáçú
cipó- hukinuzú
circunferência- irengçú
cobra- diçú (ou tiçú)
coelho- iakeçú
colhereiro- diglizú
comer- iarúrindütü
como se chama? qual o nome?- iriritoá?
concha dos brincos- nenzú
corda- alonuçú
coruja- kalendzú
correr- ikedütü
criança- uetú
cuia - kateçú
cupim- cahú
defecar- tonsignuçú
dente- toaíuiçú
doente- itonendütü
doer- itonendütü
dormir- akguriguidütü
dorso- toadaçuçú
espirrar- uaikacê-inguikêçú
estrela- ikitaçú
faixa de carregar criança- çáarú
feio- iukiú-kinikidutú
figura, desenho- korenauá
filho- uétü
fio de algodão, das flechas- kondzú
fio de fibras, das flechas- kaceçú
flauta- kaiguetazú
flauta nasal- hait-teataçú
flecha de ponta chata- aieraçú
flecha de ponta lisa cilíndrica- anieeçú
flecha de ponta de taquara- uaeliçu
flor- talatçú
fogo- aneiúherú
folha- adenandzú
folha para cigarro- enanzú
fronte- toaiêkuzuzú
fumo - etú
fumaça- aiokeçú
fuso- gdarêtatú
grão-de-galo- aluinikiçú
gravatá- koalonentçú
grilo- baguedaçú (P)
gritar- kaiguetauçú
guarirova-do-campo- konin-tê
herva- ikazú
homem- noçú
isso, esse- dêra
jatobá- oiarú
jacaré- nuntaçú
joelho- toakiritanzú
lagarto- enarú
lagartixa- ianoçú
leite- anungçú
levantar-se- ilhái-cenogodotü
língua- toáioherú
longe- uetçú
luas- irikiçú
macaco- hotú
mama- anunguetizú
mangaba- katêkiçú
mão- toái-ikiçú
massa de mandioca- urinodzú
mastigar- iaiguedutú
mata- daikiniotçú
mel- duhiazú? (P)
morrer- aunindutú
mulher- doçú
nariz- toiaionendzú
nó de taquara- karitandçú
olho- toaí-ikikiçú
onça- ienarú
orelha- toanenendzú
orifício no lábio superior- ionkon-nandetü
orifício do septo nasal- ononkon-nandetü
palha de uauaçu- uenandzú
pálpebra- toaiecindjú
pau (árvore)- içú
pau-de-santo- hinekiçú
pé- toaiukizú
peito- toanunkizú
peixe- aiutchú
pêlos pubianos- toaliketaçú
penas das flechas (sariema)- kolatoedçú
pênis- toakiçú
pequi- aarú
perdiz- uiteá-guiçú
perna- toaçuçú
pescoço- toaietolozú
pilão- notú
pingente de fibras para o dorso- ialaçú
piolho- kaní-iniçú
raio- uaduguezú
ralo- tomarú
resina das flechas- niaendçú
sangue- toatiçú
sariema- kolatzú
sentar-se (acocorar-se)- acikáuekedotú
sepultura- ilurindütü (*)
sim- han-han!
sol- uterikuçú
suor- uaienoçú
taquara- ikuirikazú
taquara das flechas- arukirikatçú
terra- inoçú
terra de formigueiro- katunuzú
testículos- toalikiçú
tocandira- tietátáglizú (ou çu)
triângulo- nendzú
trovão- taridzú
tucura- taketazú
umbigo- takodadlizú
unha do pé- toaiutçuakezú
urinar- kereguetauçú
urucu- dukiçú
ventre- toaendzú
vulva- akioçú

As palavras marcadas com (P) pertencem a um vocabulário colhido em 1911.
(*) Esse vocábulo parece formado de um termo tagnaní, alôre - terra, e outro kôkôzú, nandetü - orifício, buraco: alôre-nandetü - buraco na terra.

Vocabulário Nambikuára-Anunzê - Serra do Norte - Rio 12 de Outubro

antebraço- uanozuzê
arco- ukizê
bastões ignígenos- haitzü
boca- uaiuarê
bom- idaknikdaçú
bracelete- nokoniguiguizê
braço- uanukizê
breu (resina)- duhutaarú
brinco- nan-ninzê
cabeça- uaneguetü
caju- eehrú
cavilha para o nariz- uonedezê
cera- duhutaarú
céu- uacinzê
colar de contas- kairizê
comer- ikduzê
coração- iakzê
cotovelo- uanokundunzê
coxa- uanikizê
dedo- uaikuenrezê
dente- uauizê
dorso- uatluzê
escrotos- uaiariguinizê
espádua- uanotoarizê
faca- iurê
fígado- aierê
flauta- kiazê
flecha em geral- hauktiçú
fogo- anizê
fronte- uaenakezê
homem- idnizê
jacaré- nuntaçú
joelho- uaguididanzê
língua- uaileherú
linha- kuituiçú
machado de pedra- eun-etú
manto de palha- ielaçú
mão - uaikizê
mulher- ducê
nariz- uanonzê
olho- uaiekedakzú
orelha- uonaninzê
pau- içuzê
pé- uaiukizê
pena para o nariz- unetizú
pênis - uakizê
pente- halatzú
perna- uapuzê
pingente de penas- ieiakizê
queixo (mento)- uaiukluenzê
raspador (de dente de capivara)- iakizü
remédio- inekiaçú
tatu- nunzê
tatu-galinha- hatdenandzú
terra- inozê
tripa (intestinos em geral)- aiokzê
unha- uaitnakezê
umbigo- uaikedanzê
urucu- duhiazê
veado- iatarú
ventre- uatiçú

Cores

amarelo- katetiçú
azul- iadneaçú
branco- kuidiçú
preto- kaikiduçú
preto- iadeneazú (breu)
verde- cedecededenoçú
vermelho- duhiaçú


abelha achopé- arazi
abelha borá regina- kaiudêzê
abelha mandaguari-vermelho- iuzê
abelha manduti- kloarizê
abelha tatá- arizê
abelha tibuna- taratê
abóbora (nossa)- ariatecê
arara- aranzê
araticum- ararê
carne- uanozê
coatá- kadozê
garça- mokarê
gordura- ionezêzê
grilo- dakizê
lacrau- aiiam-dacê
lambari- kaiarê
lagartixa- ianuzê
maribondo- urutecê
mel- dezazê
mulateira- kuruaiudezê
pacu- mambíre
palmeira castiçal- kaicê
periquito- kakaitezê
piau- akurizê
pintado- uanuncê
pomba- tuizê
porco- iakizê
quan-quan- peantezê
que nome tem?- uaiziguidí?
que é isso?- ianakere? ou uazanakerê?
rato- dodecê
rio 12 de Outubro- Ori-handezê
rio Nambikuára- Oaereioákandezê
roça- aitiê
sol- ikidazê
urubu- uruciú

Vocabulário Terena

ámori netos
ápee existir
árunoe moça
asa frio
átoa seiva
êhho prêmio
êno ser muito
eop sentir
epe pedir
epó'e bola
e'sa'i preço
êxe tampa
hami polido
hana grande
harara vermelho
keho quebrar
heu tudo
keyo torcer-se
hhe tirar, remover
hhepi caro
hhêve pés
hí'e grama, relva
hirere alinhar
hiy dançar
ho'i fugir
hoko deixar cair
hô'o suco
hóvenoeno velhinha
ikoko pendurar
im pôr, colocar
îma marido dela
imo dormir
ípara presentes
îpi tela metálica
ipíxa remédio
ípovo roupas
is cavar com enxada
isu matar
ítuke trabalho
ivu'i cavalgar
kam ouvir
kanêti verme
kásati está frio
kayu voltar
keho quebrar
keyo torcer-se
kôe estar
kotu ordenhar, tirar leite
kótuti está quente
kútea ser como, igual a
laka molhado
lapa leve
lapâpe pão de mandioca
ma'a descascar
manene estreito
mare tirar
matutu cilíndrico
mita cair
miti cego
mituti colher
mixa rasgar, romper
miye estirar, estender
mohi atirar, jogar
mókere surdo
momi cansado
momo ver
mure queimar
mote pegajoso
movo seco
muya fraco
muyu podre
namu receber
nîka comida
noko necessidade
pahu mandar
pasi espremer
paya maduro
pêyo animal doméstico, estimação
pih ir
pik temer
piru mover-se
pu gordo
sasa limpo
sayu deformar
seme insosso
suva amargo
otu quente
taru'u atravessar
tetu cortar
tipa espremer
tomi pingar
tono verde, não maduro
tuvo mexer
uhha tudo, todo, toda
ulala orgulhoso
upeno profundo
upori coisa
varere rasgar, romper
vata sentar
vayu flexível
voho esmagar
xemek rápido
xuna, xúnati forte
yékoteeno velhinho
yêno esposa
yon viajar
yóti noite

Vocabulário Ticuna

a, chau-a boca
aemakü, hahai raio
hahaimakai raio
ãgémaki quatro
ái onça
aiwéru urumutum
áru auahi esp. de árvore
awa mandioca
bari japó
buëtërë panela
buwa, buapoan criança
cha branco (cor)
cha- meu, minha
chai peixe
chawí milho
chëë acapu
chini, na-chini orelha
dáu vermelho
dë në flecha
dyaãi beber
dyáë, chau-dyáë cabelo
dyái sucuriju / esp. de anaconda
dyati homem
dyáu azul
dyãwë veado
dyawirú jaburu
dyuéma machado
eí fogo
ë jenipapo
ë, na-ë, temahe mãe
ë?cha urubu-rei
ëru, chau-ëru cabeça
ë?ta estrela
ëti, chau-ëti olho
gurë cipó, esp. de
hocatüü vagina, vulva
hoetüta moço
homun luz
hyabosama casar(-se)
iaké, iakai, yahü sol
in casa
inë' carauatána
ira pequeno
káne, chiri-káne língua
káurë japií
kaya jacaré
káwa maguari
keá clã, parente
ku- teu, tua
kuti, cha-kuti pé
máyu mutum pinima
më, chau-më mão
na- dele, deles
na-chibe comer
naí arara vermelha
nãi pau
nãki anta
nãpa rede
na-pé dormir
náti, chau-náti, anatu pai
nauwa socó / esp. de ave
nayí saúva
në, niai mulher
ne- dela, delas
nameere-ãgémaki nove
nemeere-tamái-pi oito
nemeere-tãrë sete
nemeere-wini seis
nu?nã mutum fava
nuruku (tupi) urubu
nuta pedra
pána moça
pári fumo, tabaco
pë- vossa
pukí chuva
puta, chau-puta dente
rã, chau-rã nariz
saúegan irmã
sauene parente
sauenoene irmão
sauzare testículos
ta grande
ta- nossa
taikirë macaco
tã-kuté-pi vinte
ta-kutti-wére-wini onze
tamái-pi três
tã-më-pi dez
tãre dois
tãu tucano
tawëmaké, tahuaimakai lua
tëma miriti
ti algodão
tiimá matar
tuuna homens
yatu homem
wãi preto
waiíma terra
wini um
wini-kuti-yagu quinze
wini-në-pi cinco
wurá arco
zaperema pênis

Vocabulário Tirió

mato fogo
pacolo casa
suire homem
tamuchi chefe
toto inimigo

Vocabulário Trumaí

apine irmão maior
apisi irmão menor
atelo sol
atsets avó
atsíu mãe
axeat irmã menor
axos, axus criança
ayéi avô
inoxu fillha
itadi jovem, moço
kavixu nuvem, chuva
payé pajé
pupu arco-iris
vaue irmão da mãe
vaxlo moça
yautau escroto

Vocabulário Tsoloa

kö'mö homem
muhipu sol, lua
uimaga criança

Vocabulário Tucano

buxtyagö criança
janjunse podre
kanjeteobue bastão
koamaken Deus
muhipu sol, lua
paxkeRo avô
paxko mãe
paxkö pai
pexkáme fogo
zeñojañe amarelo

Vocabulário Tuiúca

muhipu sol, lua
paxko mãe
paxkö pai
uémae criança

Vocabulário Tupi

Obs.: "e~", "i~" e "u~" representam e, i e u nasalizados.
Em muitos casos ocorre redundância nessa informação, grafando-se vogal + "~n".
A

A – Prefixo prenominal da 1.ª pessoa. Ex.: Ixé arekó — eu tenho; ou por contração: Xárekó. Às vezes para mais expressão e energia dizem assim: Ixé xá rekó.
Á – Ali, lá, acolá.
Aápé – Ali, lá, acolá.
Aba – Homem. Aba não aparece no vocabulário de O selvagem. Couto de Magalhães dá homem como apgáua. Sendo a raiz que significa homem: áua. O professor Roquette Pinto acha, no entretanto, que devemos conservar aba, pois apgáua significa o macho de todos os animais: Abaeté – Homem honrado, de verdade.
Aba – cabelo.
Abaúna – Homem preto.
Abajá – Mestiço.
Abatinga – Homem branco.
Aca – Chifre.
Acaiú – Ano.
Acutí – Cutia.
Aetá ou aitá – Eles, pronome da 3.ª pessoa do plural. É uma contração de ahé – ele, e etá ou itá – sinal de plural: partícula que corresponde ao nosso "s".
Ahé – Ele. Pronome da 3.ª pessoa do singular.
Aitá – O mesmo que aetá – ele.
Aiua – Velho/a. Estragado/a. Adjetivo que se aplica geralmente às coisas e animais. Homem velho – tuiúé. Mulher velha – uáimi~.
Aiúm ou Anhu~ – Senão, mais que, só, somente.
Ajúra – Pescoço.
Akanga – Cabeça. Akangaiúa – louco (cabeça estragada). Akangaima – sem cabeça, acéfalo (akanga – cabeça + ima – sem), pode significar também bobo, tolo, idiota.
Akanga-atára – Ornato da cabeça. Akangací – dor de cabeça.
Amâna – Chuva. Amãnapipi – chuvisco. Amãnauaçú – tempestade. O selvagem dá como tempestade: iuitúaiúia. Iuitú é vento. Amãna-ára – dia de chuva (chuvoso).
Amanijú – Algodão.
Amaniú ou amanijú – Algodão. Amaniú inimu~ – linha ou fio de algodão.
Amira – Finado.
Amú – Outro/a.
Amúaúa – Alguém.
Amúara – Alguns dias.
Amúitá – Outros/as.
Amúketé – Para alguma parte.
Amúkuecé – Anteontem.
Amú-tetãma-uára – Estrangeiro, isto é, outro pátria-alguém.
Ãn – O mesmo que ãna – partícula que indica passado, quando adicionada ao presente indefinido (V. âna).
Ãna – Ou simplesmente ãn – partícula que, adicionada ao presente indefinido, forma o passado. Ex: Xá rekó ãna – eu tinha, eu tive.
Ãna – Já. Ex.: Ce quérãna – estou já aborrecido (cuéra – aborrecido, ãna – já).
Anãma – Amigo, parente.
Anãma-eté – Amigo de verdade.
Anãma-reté – Muito amigo.
Anãmapiá – Amigo do coração.
Ané – Nuca.
Anga – Sombra. (Às vezes, reflexo). Alma.
Angaipáua – Culpa, pecado.
Anhanga – Deus que protege a caça. Incapaz de boas ações para com o homem.
Anhu ou aium – Só, somente.
Apé – Ali, lá, acolá.
Apecatú – Longe.
Apecõn – Língua.
Apekéxinga – Calvo.
Apgáua – Homem. Significa melhor o macho de todos os animais. Ex.: Iauára apgáua – cão. Iauára cunhã – a fêmea [do cão].
Apucuitáua – Remo.
Apu~na – Forno.
Apú~nacaá – Forno do mato, era o nome que os indígenas davam ao botão floral da vitória-régia, devido à sua forma oblonga.
Aqúá – Entendimento.
Aqúáíma – Sem entendimento, tolo, idiota, bobo. (ma – sem).
Ára – Tempo, dia. Ára iané iané – Todo dia. Opain ara opé – Todos os dias.
Ára – Terminação que forma o substantivo dos verbos ara, uára e çáua. Exs.: Munhãngára – obreiro. Munha – verbo fazer. Munhã-çáua – a obra.
Arãma – A, para (alguém), signal dativo. Também se usa çupé. O dativo se forma seguindo o nome: Ex.: Xá rúri iepé iuá José arãma – Eu trago uma fruta para José. Xá nhee~ ãna Pedro çupé – Falei a Pedro.
Aráxá – Planalto – região mais alta de um sistema qualquer. Ará – dia. Xá – ver. Donde se vê o sol de manhã [ou] ao cair da noite.
Ári – Cair.
Áripe – Sobre, em cima, em riba. Exs.: Caneatinga-rerú oikó mirá-peva áripe – o castiçal está em riba da mesa.
Arupé – Por ali.
Atára – Ornato, enfeite, adorno. Ex.: Acanga-atára – ornato da cabeça. Piatára – enfeite do pé.
Auá – Quem? A presença das partículas interrogativas: auá, será, tá, tahá ou pá, estabelece a distinção entre as frases interrogativas e as afirmativas. Ex.:
Auátahá – quem?
Auáta – Quem? Partícula interrogativa (v. Auá).
Aúatí – Milho.
Auátií – Arroz.
Áva – Cabelo.

B

Bacaba – É uma bebida.
Bebé – Voar.
Bejú – Beiju. Espécie de biscoito feito de farinha de mandioca (vocábulo tupi que passou para o português).
Boia – Cobra.
Boia-uaçú – Cobra grande.
Búicuá – Sujar.

C [Ver Ç após o final da letra C]

Caá – Mato, folha.
Caãn – Experimentar.
Caápé – No mato.
Caáxirica – Folha seca.
Caámunú – Caçar.
Caamuniçáua – Caçada.
Caápira – Limpador de mato. Montador.
Caapoi~n – Ilha.
Caapõm – Capão (mato).
Caamúnúçáua – Caçada.
Caápóra-uaçú – Gigante.
Caátinga – Catinga (mato) (mato branco?).
Cahapóra – Ente sobrenatural.
Cái (ou çapi) – Queimar.
Caima (ou canhimo) – Perder.
Cairé – Lua cheia. Catiti – lua nova. Ambas têm a missão de despertar saudades no amante ausente.
Camí – Leite.
Canhimo (o mesmo que caima) – Perder.
Capii – Capim, erva.
Cariua – Homem branco, cristão.
Cariuóca – Mulato, mestiço.
Catereté – Era dança religiosa entre os tupis.
Catiti – Lua nova. Cairé – lua cheia. Ambas têm a missão de despertar saudades no amante ausente.
Catú – Bom.
Catúçáua – Bondade, lado direito.
Catúpire – Melhor.
Catúreté – Ótimo.
Cáua – Marimbondos.
Cãuéra – Osso, caveira.
Ce – Meu, minha.
Ce-mahã – O meu. Minha coisa.
Ce-mukáua catú – Minha espingarda é boa.
Ce pia çui (xíí) catú – Do meu coração; de boa vontade.
Ceíia (ou cetá) – Muito/a/os/as.
Ceiucí – Significa a constelação da Plêiade ou 7 Cabrinhas como diz o povo.
Ceiucí – Velha faminta. É também o nome de uma fada indígena que percorria os bosques sempre perseguida por eterna fome.
Cekiie – Medo.
Cemiiua – Alagado.
Cêmo – Sair (também significa nascer).
Cemu~ti~ma – Esconderijo.
Cenó – Ouvir.
Céra – Nome (quando se fala na 3.ª pessoa).
Cerimáu (ou xerimbabo) – Animal doméstico.
Cetá (ou ceíia)- Muito/a/os/as.
Cetá i – Muitas vezes.
Cetúna – Cheirar (sentir pelo nariz).
Chiróra – (Siróra) – Roupa.
Chirôrai~ma – Nu. (v. xiróra).
Cicaátã – Resina.
Cicari – Procurar, buscar.
Cicurijú – Sucuri.
Cikináu – Fechar.
Cinimu~ – Sinimbu.
Cinipuga – Lustroso/a.
Coarací – Sol.
Coarací-iuaté – Sol alto.
Coaracipé – Ao sol.
Coéma – Manhã (do nascer do sol até 9 horas). Iané coêma – bons dias (cumprimento).
Coéma-eté – Cedo.
Coéma-piranga – Madrugada (o vermelho da manhã).
Coéma-ramé – De manhã, pela manhã.
Cuára – Vivente (v. guára, uára).
Cuéra – Aborrecido.
Cuhire – Agora.
Cuhire tehe~n – Agora mesmo.
Cuí – De. Ex.: Tupã cuí – de Deus. Usa-se também cuiuára ou xiiuára. Ex.: kicéitaxiiuára – faca de pedra.
Cuia – Cuia (vocábulo caboclo tupi que passou para o português).
Cuiambúca – Cumbuca.
Cuíre (o mesmo que cuhire) – Agora.
Cuiuára – De (v. cuí).
Cujubí – Pássaro. Uma espécie de jacu.
Cumandí (ou cumaní) – Feijão.
Cumandiassú – Fava.
Cumaní (ou cumandí) – Feijão.
Cumutí – Pote.
Cupé – Costas.
Cupií – Cupim.
Cupixáu (ou cupixáua) – Roça.
Cupixapé – Na roça.
Cupixáua (o mesmo que cupixáu) – Roça.
Curí – Partícula que, adicionada ao presente indefinido, forma o futuro. Ex.: Xárecó curí – Eu terei.
Curumi~ – Menino (moço).
Curumi~uaçú – Menino quase homem.
Curumiri~ – Logo.
Curupira – Deus que protege a floresta.
Cururú – Dança religiosa dos tupis.
Cururúca – Ronco, berro.
Curuté – Depressa.
Curute~n – Depressa.
Curútéuára – Repentinamente, de repente.
Curútéuára – Facilmente (num instante).

Ç

Çaãn – Experimentar.
Çácanga – Ramo.
Çacaquéra – Atrás, para trás.
Çacémo – Latir.
Çaçi (ou çaçiára) – Triste.
Çaçiára (ou mesmo que çaçi) – Triste.
Çacú – Calor, quente.
Çaharú (ou çarú) – Esperar.
Çái – Azedo/a. Içai – vinagre (água azeda).
Çaiçú – Amar, gostar.
Çaié (ou iandára) – Meio-dia.
Çapi (o mesmo que caí) – Queimar.
Çapiá (ou rapiá) – Escrotos.
Çaquéna (ou çaquénaçaua) – Cheiro, perfume.
Çaquenaçáua – Cheiro, perfume.
Çára – Terminação que forma o substantivo dos verbos.
Çarú (ou çaharú) – Esperar.
Çáua – Terminação que forma o substantivo dos verbos (v. ára).
Çáua – Pena.
Çáuai~ma – Depenado.
Çauké – Perto.
Çeii – Conduzir.
Çi – Mãe.
Ço – Ir. (Faz no imperativo coin).
Çoo – Carne (enquanto no corpo com vida).
Çoo – Caça, animal do mato.
Çooquéra – Carne (fora do animal).
Çorí – Alegre.
Çuá – Cara, rosto (para a 3.ª pessoa). Para a 1.ª e 2.ª pessoa – Ruá.
Çuaçú – Veado.
Çuaçuapara – Veado grande (do tamanho de uma novilha mais ou menos).
Çuiáia – Cauda, rabo.
Çuai~n – Margem.
Çuaindá – Outro lado. Outra margem.
Çuai~ndape – Outra margem.
Çuãti – Aparar.
Çuaxára – Responder. Lado, banda, margem. Amú çuaxára – outra margem.
Çuí (ou xií) – Do (lugar de onde alguma coisa vem). Ex: Xá iúre Caraí çuí (xií) – Eu venho do Icaraí.
Çuikira – Azul.
Çupapáu – Quinta-feira.
Çupí – Na verdade.
Çupiá – Ovo.
Çupí-tenhem – Em verdade, na verdade. Sim senhor.
Çupíre – Conduzir, carregar.
Çurára – Soldado.
Çurára-parana-pora – Marinheiro (soldado que mora no mar).
Çutinga – Vela.
Çuú – Morder.

E

Eé – Sim, sim senhor, está bem, etc.
Embira (ou membira) – Filho.
Enguá – Pandeiro.
Enú – Pôr.
Epejá – Fulano.
Eré – Adeus! Sim. Sim senhor, está direito, está bem, etc.
Erundí – Quatro.
Eté (ou etê) – Verdadeiro, de verdade.

G

Gaápira – Cima.
Gaápira-keté – Para cima, rio acima.
Guára (ou cuára) ou uára – Vivente, morador.
Guarací (ou Coarací) – Sol (guara – vivente + ci – mãe).
Guarará-péva – Viola indígena. (Instrumento com três cordas de tripa).
Guirapurú – Deus que protege os pássaros.
Guaraní – Guerra.

I

I – Seu, sua.
I – Pequeno, isto é, diminutivo no fim do vocábulo. Ex: Piraí – peixinho.
Í – Água.
Ia – Prefixo nominal da 1.ª pessoa do plural. Ex.: Iané iaikó ou iané iaço – nós temos, nós vamos.
Iací – Lua, mês.
Iací-tátá – Estrela.
Iací-tátá-uaçú – Vênus.
Iací (ou Jací) – Lua (já – vegetal + ci – mãe).
Iacii – Ladino/a.
Iaçu – Arriscar.
Iaitiúa – Cerrado (mato). Capoeira.
Iáiúra – Pescoço.
Iákáu – Ralhar, zangar.
Iakira – Verde.
Iandára – Meio-dia.
Iandé – Nós (o mesmo que iané).
Iandí – Azeite.
Iané (ou iandé) – (Pronome da 1.ª pessoa do plural) Nós. Ex.: Iané (iandé) iaikó – nós temos.
Ianécoéma – Bom dia (cumprimento) (isto é, nossa manhã). Respondem: Indaué.
Ianékaruca – Boa tarde.
Ianépituna – Boa noite.
Iapi – Atirar.
Iapiçáka – Escutar.
Iapiíre – Varrer.
Iapoú – Cheio, farto.
Iapirári – Abrir.
Iaqirarí – Mover. (Iakirari).
Iára – Senhor.
Iára-uaçú – Chefe (senhor grande).
Iatei~ma – Vadio, preguiçoso.
Iatúca – Curto/a.
Iatúca-reté – Muito curto.
Iauára – Cão.
Iauára-cunhã – Cão (fêmea).
Iauáraeté – Onça.
Iauáu – Fugir.
Iaué – Como igual. Como bem. (V. mãe). Para traduzir a expressão "tanto como", dizem maiiené.
Iáukí – Bulir.
Iautí – Jabuti.
Ibáke – Céu.
Ibi~ (ou iuí) – Terra, chão.
Ibitura – Barranco.
Içái – Vinagre (água azeda).
Icatú – São, com saúde.
Icei – Sede.
Ienõ – Deitar.
Iepé (ou oiepé) – Um.
Iepé-iepé – Cada um.
Iepéa – Lenha.
Igaçába - Vasos de água.
Igára - Canoa.
Igárapáua - Porto.
Igárapé - Igarapé (caminho de canoa).
Iirón – Perdão.
Íiuá – Braço.
Iiuá-penaçáua – Cotovelo (tortura do braço).
Ikáua – Manteiga, creme.
Iké – Aqui, cá.
Ikénhu~to – Perto, junto, aqui mesmo.
Ikirimáua – Esperto.
Ikó – Ser, estar.
Íma – Sufixo que forma todo adjetivo ou substantivo negativo. Ex.: Catu – bom; catuíma – sem bondade. Teça – olho; teçaíma – cego.
Imací – Doente. (Icatu – são).
Imíá – Pilão.
Inaié (ou inagé) – Gavião.
Inagé (ou inaié) – Gavião.
Ine~ma – Catinga, mau cheiro.
Indaué – Resposta às saudações. Ex.: Ianékuruca – boa tarde. Respondem: Indaué.
Inimbo (o mesmo que inimú) – Fio, linha.
Inimú (ou inimbo) – Linha, fio.
Inti – Não.
Intiauá – Ninguém.
Intimahã – Não, nada.
Intirai~n – Ainda não.
Ipahá – Dizem...
Ipáua – Lago, lagoa.
Ipaúapí – Poço.
Ipéca – Pato.
Ipiama – Buscar, trazer.
Ipipe – No fundo.
Iporai~ma – Vazio.
Ippie – Campo.
Ipuçú – Comprido (Iatúca – curto).
Ipuçureté – Muito comprido.
Ipuchí – Perigoso/a.
Ira – Mel.
Iraiti~ – Resina, breu, cera.
Irúmo – Junto.
Irúmouára – Companheiro.
Irúrú – Molhado.
Itá – Pedra.
Itá – Plural das palavras – corresponde ao nosso "s".
Itajubá – Ouro (pedra amarela).
Itan – Pedra polida.
Itanhae~ – Panela. Prato. Sino.
Itápúa – Prego, arpão.
Itapuã – Pedra levantada (em ponta).
Itapurú – Verme.
Itátá – Cachaça.
Itica – Pescar.
Itú – Cachoeira.
Iu – Partícula que torna o verbo recíproco e passivo. Ex.: Mano – morrer. Iumanõ – morrer-se. Oiumanõ – fingiu de morto.
Iú (ou jú) – Espinho.
Iua – Árvore.
Iuá – Fruta.
Iuaçú – Custoso/a.
Iuaçúuára – Dificilmente, dificultoso.
Iuáka – Céu.
Iúca – Matar. Podre.
Iucareteãna – Já podre.
Iuaté – Alto. A pino.
Iucãna – Laço.
Iúci – Limpar.
Iuçúaçu – Sexta-feira.
Iui – Sapinho.
Íuí – Terra, chão.
Iuíre – Nem (às vezes – não).
Iuíre – Voltar.
Iuítú – Vento.
Iuítúaiúa – Tempestade.
Iúkici – Caldo.
Iukira – Sal.
Iúm – Senão. Mais que. Somente.
Iumací – Fome. (Quando querem dizer: eu quero comer ou estou com fome, se expressam assim: Xá iumací.)
Iumãna – Abraçar.
Iumimi – Esconder.
Iumú – Frechar.
Iumucúari – Descuidar, descuidado.
Iumuhã – Aprender.
Iumuhe~ – Rezar.
Iumundéo – Vestir.
Iumutari – Ter vontade, desejo de.
Iupana – Lavrar.
Iupanaçáua – Lavrador.
Iupipica – Alagar.
Iúpire – Subir.
Iupirú – Principiar.
Iuquáo – Parecer.
Iurará – Tartaruga.
Iúre – Vir.
Iurú – Boca.
Iuruparí – Diabo (ou Juruparí). Ente sobrenatural que atormenta o índio durante o sono.
Iúruré – Pedir.
Iutícá – Batata.
Iuúca – Tirar.
Ixé (ou simplesmente xé) – Pronome pessoal da 1.ª pessoa – Eu. Ex.: Ixé (xé) arekó – eu tenho.
Ixupé – Para ele.

J

Já – Vegetal.
Jací – Lua (v. Iací).
Jaguára – Cão.
Jandí – Óleo, azeite (na costa).
Jú (ou iú) – Espinho.
Juparanã – Mar de espinhos.
Jubá – Amarelo.
Jurú – Boca.
Juruparí (ou Iuruparí) – Diabo. Ente sobrenatural que visita o selvagem em sonho, causando aflições.

K

Kári – Mandar, ordenar. Ex.: Mandar levar – raço kári. Mandar varrer – piivi kári.
Karúca (ou carúca) – Tarde (das 5 às 7). Exs.: De tarde – karúca ramé. Boa tarde (cumprimento) – iané karúca.
Kau~í – Bebida.
Kau~í-piranga – Vinho.
Kau~í-tátá – Cachaça.
Keté (alguns dizem keti, kiti) – Lugar para onde. Ex.: Xa çô ce róca keté – vou para minha casa.
Kiçáua (ou túpa) – Rede de dormir.
Kicé – Faca.
Kicé-miri~ – Canivete.
Kii~nha – Pimenta.
Kiki máua – Força (?).
Kirimáuaçáua – Valor, valentia, valente.
Kirupi – Ladrão.
Kiuáua – Pente.
Kiuira – Irmão.
Kuá – Cintura.
Kuá-xãma – Tanga (corda de cintura).
Kuçukui – Eis aqui...
Kuecé – Ontem. Anteontem – amú-kuecé. Trasanteontem – amú-amúkuecé.
Kurumi~ (o mesmo que curumi~) – Menino.

M

Mahã – Olhar.
Mahá – Coisa. Ce máhá – minha coisa. Roupa.
Máháta – Quê?
Mahãtahá – Quê?
Maharecé – Porque.
Mãi – Como.
Maiiaué – Tanto como.
Mairamé – Quando?
Mairí – Cidade.
Maitáreçaçáua – (saudação) Como passas?
Maité – Pensar.
Makaco – Macaco.
Mamãna – Enrolar.
Mamé – Onde? Aonde?
Mamé keté – Para onde?
Mameára – Saudade. Lembrança.
Mamungára – Ladrão.
Manhu~n – Aquilo. Somente. É uma contração de mãhã-anhu~.
Maniáca – Mandioca.
Mano – Morrer.
Manuara – Lembrança (saudade).
Maraári – Cansado.
Maracá – Instrumento de música de modo geral.
Maracatí – Navio.
Marãma – Para o que.
Matarí – Uma espécie de cercado para apanhar peixe.
Mataví – Saquinho que trazem dependurado ao pescoço, onde guardam o fusil e isqueiro.
Mbaé (ou umbaé) – Coisa.
Mbí – Mato.
Mboitatá – Deus que protege os campos. É submetido à influência da luz – Jaci.
Mahe~ – Dar.
Meiú (o mesmo que beju) – O que substitui o biscoito.
Membira (ou embira) – Filho.
Me~mi – Flauta, gaita.
Me~na – Marido. Esposo.
Menára – Casar.
Mendaçára – Casado.
Mendári – Casar.
Meué – Devagarzinho.
Meué-rupi – Vagarosamente.
Miaçúa – Vassalo, criado, escravo.
Miapé – Pão.
Miapémunhãgara – Padeiro.
Micúra – Raposa.
Mimi – Ali, lá, acolá.
Mimoí – Cozinhar.
Mira – Gente.
Mirá – Pau, madeira (mbira).
Miráçanga – Porrete, bengala.
Mirápeva (ou mirapapeua) – Mesa. (Mira – madeira + peva ou peua – chata: madeira chata).
Miricó – Esposa.
Miri~n – Pequeno.
Mitá – Ponte.
Miteú (ou mituú) – Domingo.
Mi~tuú – Descansar.
Mituú (ou Miteú) – Domingo. A divisão dos dias é resultado do contato com os civilizados.
Mixira – Assado.
Mixíri – Assar.
Moacú (o mesmo que muacú) – Aquentar. Aquecer.
Momeuçáua – Lenda, história.
Mokoin (ou mukui) – Dois (2).
Monoc (o mesmo que munúca) – Cortar.
Monhã (o mesmo que munhã) – Fazer.
Mu – Irmão.
Muacú (ou moacú) – Aquecer, aquentar.
Muaçú – Aquentar.
Muaçúaca – Lavar.
Mucai~ma – Perder.
Mucamehe~ (ou muiuquáo) – Mostrar.
Mucamehe~ (muquáomehe~n) – Mostrar.
Muçarái – Brincar.
Mucaturú – Arrumar, arranjar, consertar.
Mucoe~n (ou moquem) – Grelha (grade que serve para secar a carne).
Muçurúca – Rasgar.
Muéu – Apagar. Uéu – apagar-se.
Mugaturú (o mesmo que mucaturú) – Arrumar, arranjar.
Muiaçuca – Levar.
Muiaçuca-kári – Mandar levar.
Muieréo – Rolar.
Muií – Arriar (pôr no chão).
Mui~n – Rasgar.
Mu~íre – Quanto/a/os/as.
Muiuquáu – Mostrar.
Mukáua – Espingarda.
Mukáua-miri~ – Revólver.
Mukáua-uí – Pólvora (farinha de espingarda).
Mukui (ou mokoin) – Dois.
Mumuuri – Ungir, untar.
Mundáuáçu – Muito.
Mundíca – Acender.
Mundú – Mandar, enviar.
Munhã (ou monhã) – Fazer.
Munhãgara – Obreiro. O fazedor.
Munhãçaua – Obra.
Muniquía – É uma bebida.
Munúca (ou monoc) – Cortar.
Mupéna – Quebrar.
Muquátiára – Tingir.
Muraci – Dançar.
Muraké – Serviço, trabalho.
Muraké-mocoí – Terça-feira. (V. Mituú).
Murakepé – Segunda-feira. (V. Mituú).
Muramunhã – Brigar.
Murapé-mucapira – Quarta-feira. (V. Mituú).
Muróri – Alegrar.
Mururú – Molhar. (Mú – fazer + rarú – úmido: fazer úmido).
Murutinga – Branco. Na composição fica somente tinga. Ex.: Itátinga – pedra branca.
Mutã – Palanque em cima das árvores para uso de caça.
Mutirica – Mudar.
Muticanga – Secar.
Mutucáia – Tocaiar (passou para o português). Significa esperar espreitando alguém para atacá-lo.
Muturuçu – Crescer.

N

Nama – Grosso.
Naná – Ananás. Abacaxi.
Ndé (ou né) – Tu (você), 2.ª pessoa do singular. Ndé (né) rerekó – tu tens (você tem). Também se usa iné.
Né máhá – Tua coisa, sua coisa.
Nhahã – Aquele, aquilo.
Nhenhe~ – Falar.
Nhenhe~ga – Palavra, fala.
Nhenhe~gari – Cantar.
Nhenhe~gatú – [Língua (fala) boa] Tupi.
Nhu~ – Só.
Nhu~nto – Senão, somente, apenas.
Nungára – De modo que.
Nupã – Bater.

O

O – Prefixo pronominal da 3.ª pessoa do singular e plural. Ex.: Ahé oreko – ele tem. Aitá (eles) orekó – eles têm.
Oca – Casa.
Oçai~n – Espalhado.
Ocapí – Quarto (cômodo).
Ocára – Terreiro.
Ocarú – Enraivecer.
Ocarúca – Urinar.
Oceréo – Metamorfosear-se.
Oiacáu – Zangar, ralhar.
Oiepé (Iepé) – Um.
Oiié – Descer. Ex.: Inti quáo oiíé – por não poder descer.
Oiticú – Derreter.
Oimúkirimáu – Fazer força.
Okéna – Porta.
Okena-miri~ – Janela.
Ombeú – Contar.
Ombúre – Estender. Também: jogar fora.
Omburí – Jogar.
Ompú – Tocar. Enxotar.
Opai~n – Todos.
Opai~n ára ope – Todos os dias.
Opai~n karúca ramé – Todas as tardes.
Opai~n coéma opé – Todas as manhãs.
Opé (ou upé) – A, em, no, na, em, o. Lugar onde alguma coisa está. Ex.: Xá ikó mairí opé (upé) – eu estou na cidade.
Opecoi~n – Cavar.
Openaçáua – Canto (ângulo). Ex.: Oikó óca openaçáua opé – está no canto da casa.
Opinu~ – Arrotar.
Opituú – Descansar.
Oro – Ouro.
Oticanga – Enxuto.
Otipaúa – Seco, sem água.

P

Pa – Partícula interrogativa.
Pacóua – Pacova.
Pahá – Dizem...
Pãnacaríca – Tolda (cobertura de pano).
Panacú – Cesto.
Pane~ma – Ruim, sem valor.
Panéra – Panela.
Papéra – Carta.
Pará – Mar.
Paraná – Rio.
Paranáuiké – Enchente (paraná – rio + iké – enche).
Paranátipáu – Vazante (água do rio acaba).
Parauá – Papagaio.
Parauáca – Escolher.
Patuá – Caixa, canastra.
Páu – Acabar.
Paúçape – Ao cabo, fim. Extremidade, na extremidade.
Pé – Caminho.
Peiú – Assoprar.
Pehe~ (ou penhe~) – Vós. Pronome da 2.ª pessoa do plural. Ex.: Pehe~ (penhe~) perekó – vós tendes.
Penhe~ (o mesmo que Pehe~) – Vós.
Pereúa – Ferida.
Perudá (o mesmo que Rudá) – Deus do amor.
Peteca – Bater.
Peua (ou peva) – Chata/o.
Peuatá – Passear.
Peva (ou peua) – Chato/a. Ex.: Itápeva (ou peua) – pedra chata, isto é, laje. Mirapeva – mesa.
Pí – Pé.
Pipitéra – Sola do pé.
Pí – Pele (enquanto está no corpo; fora do corpo: pirera).
Piá – Coração. Ex.: Ce piá xií (çuí) catú – do meu coração bom, isto é, de boa vontade. V. ce.
Piáuaçu – Valor (coragem).
Piãmo – Buscar.
Piçá – Rede de pescar.
Piçacú – Contar.
Pi~çaçú – Novo/a.
Piçaié – Meia-noite.
Piçaitica – Pescar de rede (piçá).
Piçãuéra – Pedaço. (Çooquéra piçãuéra – pedaço de carne).
Piçica – Pegar, segurar, tomar.
Piçirú – Pedir.
Piíre – Varrer.
Piná – Anzol.
Pináitica – Pescar de anzol (piná). [Piçaitica – Pescar de rede (piçá).]
Pináxãma – Linha do anzol. (Piná ou pindá – anzol + xãma – linha).
Pindá (ou piná) – Anzol.
Pinimaçáua – Pinta, marca.
Pinõ – "Flatus ventris".
Pipóra – Rasto, rastro.
Pirá – Peixe.
Pirain – Vermelho.
Pirãnga (pirain) – Vermelho. Ex.: Coêma pirãnga – madrugada.
Pirãnha – Tesoura.
Piráre – Abrir.
Pirári – Abrir.
Pirá-uaçú – Baleia.
Piráuí – Farinha de peixe.
Pire – Mais. Ainda. Ex.: Catúpire – melhor. Comparativo: João catú pire Pedro çui – João é melhor do que Pedro.
Pirepãna – Comprar.
Pirapãna-çara – Comprador.
Pirú – Pisar.
Pitá – Ficar.
Pitáçoca – Segurar.
Pitáçoçáua – Esteio (segurança da casa).
Pitáçokáo – Piloto.
Pitéra – Meio. Ex.: Popitéra – palma da mão (meio da mão). Pipitéra – sola do pé (meio do pé).
Pitíma – Fumo, tabaco.
Pitúa – Mofino/a.
Pitúna – Noite. Ex.: Iané pituna – boa noite (saudação); nossa noite. Pituna ramé – de noite. Pituna pucu – noite comprida.
Pituú – Descansar.
Pixãna – Gato.
Pixúna – Preto. (Na composição fica somente una. Ex.: Itaúna – pedra preta. Tapi-ii~una – homem preto).
Pó – Mão (popitéra: pó – mão + pitéra – meio).
Póra – Ocupar, morar.
Poranga (ou puranga) – Bonito/a.
Potári (ou putári) – Querer. Sempre que vem junto de outro verbo, é esse outro verbo que recebe o prefixo pronominal. Ex.: Xa ço potari – eu quero ir.
Potí – Camarão.
Poú – Apanhar.
Puã – Levantar. Empinar. Ex.: Itápuã – pedra levantada, em pé.
Puãma – Levantar.
Pucá – Rir.
Puchirum – É uma bebida.
Puci – Pesado/a.
Pucuçáua – Espaço.
Puinha – Resto, migalha. Ex.: Tatápuinha – resto de fogo (cinza).
Puracári – Carregar.
Puraçái – Dançar.
Puraci – Dançar.
Purandú – Perguntar.
Puranga (o mesmo que poranga) – Bonito/a.
Purauké – Trabalhar.
Purarári – Padecer, sofrer.
Puri – Saltar.
Púri – Levar.
Purú – Emprestar.
Purunguetá – Conversa.
Putíra – Flor.
Puxi – Ruim. (Puxipire – pior. Puxireté – péssimo).
Puxiuéra – Feio.

Q

Quáhá – Este/a.
Quáiaira – Pouco, pequeno.
Quekatú – Recado, lembrança.
Quáo (Quáu) – Saber. Poder.
Quára – Buraco, vazio. Espaço dentro de qualquer vasilha. Ex.: Quára opé – no buraco (dentro).
Quiririnte – Calado/a.
Quatiára – Pintar, tingir.

R

Raço – Levar.
Raiíra – Filha.
Rai~n – Ainda, mais. Ex.: Intí rai~n – ainda não. Rainha – caroço.
Raira – Filho. O pai diz: ce raira. A mãe diz: ce membira.
Rakanga – Galho.
Rãma – Região. Ex.: Pindorama – região das palmeiras (coqueiros) (antigo nome do Brasil).
Rame – Quando. Com esta partícula forma-se:
1- o pretérito imperfeito. Ex.: Xá mehe~ ramé xa iko – quando eu dava;
2- o futuro imperfeito. Ex.: Xá munhã curi ramé – quando eu fizer;
3- o futuro perfeito. Ex.: Xa munhããna curi ramé – quando eu tiver feito;
4- o mais-que-perfeito. Ex.: Xa munhã ramé.
Ramúia – Avô.
Rãna – Falso/a.
Rapiá (o mesmo que çapiá) – Escrotos.
Rapupema – Sapupema (rapú – raiz + pema – chata).
Rapú – Raiz.
Ráua – Palma (folha de palmeira).
Re – Prefixo pronominal da 2.ªpessoa. Ex.: Ndé (iné) re rekó – tu tens.
Reái – Suar.
Reãuêra – Cadáver.
Recapíra – Ponta, extremidade.
Recé – Por, pelo. Ex.: Mãhárecê – porque, pelo que.
Recó (o mesmo que rekó) – Ter, haver.
Recuiára – Em vez de... Ex.: Repurauké recuiára remuçarái reikó – Estás brincando em vez de trabalhar.
Rekó (ou recó) – Ter, haver.
Remiárerú – Neto.
Rendáua – Lugar. Ex.: Rendáua catú – lugar bom.
Rendéra – Irmã.
Renoné – Antes de...
Repocí – Sono.
Réra – Nome (quando se fala na 1.ª e 2.ª pessoa). Ex.: Ce réra – meu nome. Ne réra – seu nome. Na 3.ª pessoa – céra.
Rerú – Paneiro.
Reteãna – De mais.
Retãma (o mesmo que tetãma) – Pátria.
Retãma-uára – Companheiro (o que come em minha casa).
Reté – Muito. Ex.: Catú reté – ótimo. Puxí reté – péssimo, etc.
Retimã – Perna.
Reué – Correr.
Reutima – Enterrar.
Riré (o mesmo que riri) – Depois.
Riri (ou riré) – Depois.
Robaké – Junto, em frente, perto.
Roí (ou ruí) – Frio.
Ruá – Cara, rosto (para a 1.ª e 2.ª pessoas; para a 3.ª pessoa: çuá).
Ruáia – Cauda, rabo (para a 1.ª e 2.ª pessoas; para a 3.ª pessoa: çuaia).
Ru~ai~ana – Inimigo.
Ruaké – Perto, ao lado, junto.
Ruaké-uára – Vizinho (ruaké – perto + uára – gente).
Ruári – Embarcar (iúruári – embarcar-se).
Ruba – Pai.
Rudá (ou Perudá) – Deus do amor (guerreiro que reside nas nuvens).
Ruí (o mesmo que roí) – Frio.
Ruiári – Acreditar.
Ruíua – Flecha.
Rupí – Onde, por onde...
Rúri – Trazer.
Rúrú (ou murú) – Úmido.

S

Sací-Cerêrê – Gênio dos Tupis.
Sararaca – Flecha usada na pesca com dispositivo especial para flutuar e cujo dardo á unido à haste por linha de tucum muito comprida.
Sapatú – Sapato.
Sapucáia (çapucáia) – Galinha (o que grita).
Será – Partícula interrogativa.
Suarú – Sábado (V. mituú).

T

Tá – Quê? (Partícula interrogativa).
Tába – Aldeia.
Tací – Dor. Ex.: Akangací – Dor de cabeça.
Tacíra – Ferro de cova.
Tahá – Quê?
Taiaçú – Porco.
Taína – Criança.
Taipára – Parede.
Taité – Coitado/a.
Tanquáu – Não sei. (Em vez de: intixa quáu).
Tapaiii~una – Homem preto.
Tapéra – Aldeia velha.
Tapiíia – Tapuio. Índio.
Tapiíra – Anta. Boi.
Tapixáua – Vassoura.
Tátá – Fogo. (Em vez de dizer: que leve tudo o diabo, o índio diz: tatá pahá oçaí opai~n rapí).
Tatá puinha – Resto de fogo. Carvão.
Tátátinga – Fumaça.
Tauá – Amarelo.
Teapú – Barulho.
Teçá – Olho.
Teipí – Fundo. Ex.: Teipi-reté – muito fundo.
Tembiú (ou temiú) – Comida.
Tenoné – Mais adiante, em frente.
Tenupá – Deixa estar...
Tepipira – Cachaça.
Tetãma – Pátria. Ex.: Amútetãma-uára – estrangeiro (gente de outra pátria).
Téra – Nome (em absoluto; quando se usa a 1.ª e a 2.ª pessoa – réra; para a 3.ª pessoa – céra).
Ti (ou ti~m) – Vergonha.
Tiára – Guloso/a.
Tim – Focinho.
Timã – Perna.
Tinimúca – Cinza.
Tipi – Fundo.
Tipiáia – Covão, cerrado.
Tiquira – O que verte. Ex.: Mantiqueira – serra das vertentes (maan – coisa + tiquira – que verte).
Tirica – Afastar.
Tuba (também ruba) – Pai.
Tucá – Bater.
Tucandira – Formiga (espécie). No sul dão-lhe o nome de caracútinga.
Tucumã – Palmeira espinhosa muito bonita.
Tuira – Pardo.
Tuiué – Velho (homem velho).
Tumaçáua – Foz (rio) Ex.: Tumaçáua-keté – rio abaixo, para baixo.
Tupá – Raio.
Tupã (Tupãna) – Deus.
Tupã arãma – Para Deus.
Tupã cui – De Deus.
Tupã çupé – Para Deus.
Tupã irumo – Com Deus.
Tupã irumo – Adeus!
Tupã opé – Em Deus.
Tupã recé – Por Deus.
Tupã róca – Casa de Deus.
Tupaçãma (Tupaxãma) – Cordão, corda.
Tupãna – O mesmo que Tupã.
Tupaxãma (o mesmo que tupaçãma) – Cordão, corda.
Tupé – Esteira.
Tupí – Pequeno raio – ou talvez Filho do Raio. (Tupá – raio).
Tuqui – Sangue.
Turuçú – Grande. Exs.: Turuçupire – o maior; turuço reté – máximo.
Tutira – Tio.

U

U – Comer (de modo geral: ingerir no estômago).
Uaçú – Grande, denso.
Uáhá – Que (relativo).
Uauíára – Deus que protege os peixes.
Uaíme – Velha (mulher velha).
Uára (o mesmo que Ára) – Serve para formar o substantivo dos verbos, etc. (V. ara).
Uára – Gente, quem.
Uaraná – Guaraná.
Uaruá – Espelho.
Uassahí – É uma bebida.
Uatá – Passear.
Uatári – Faltar.
Uaturá – Cesto, paneiro (é um cesto de talos de cana). O vocábulo passou para o português.
Ubá – Canoa.
Ubáu – Acabar.
Uacémo – Encontrar, achar.
Ue – Sufixo que significa vez. Ex.: Mocoi~n-ué – segunda vez.
Uhí (ou uí) – Farinha.
Úí – Beber.
Uí (ou uhí) – Farinha. Ex.: Mukáua-uí – pólvora (farinha de espingarda).
Uirá – Pássaro.
Uirandé – Amanhã.
Uirapára – Arco.
Uirapáraxãma – Corda de arco.
Ui~re~ – Boiar.
Uiri (o mesmo que ui~re~) – Boiar.
Umbaé (o mesmo que mbaé) – Coisa.
Umpuãmo – Levantar.
Unhã – Correr.
Upé (o mesmo que opé) – A, em, no, em o (V. opé).
Upéna – Quebrar-se.
Úpitíma – Fumar (ú – ingerir no estômago + pitima – fumo).
Uruçacanga – Cesto.
Urutáu – Ave fantasma.

X

Xárí – Deixar.
Xií (o mesmo que çuí) – Do, da, etc.
Xiiuára (o mesmo que çuiuára) – De. Ex.: Inimu~ amaniú xiiuára – linha de algodão.
Ximiára – Caça.
Xinga – Pouco.
Xipiá – Ver.
Xipó – Cipó.
Xiquára – Traseiro (ânus).
Xirica – Seco/a. Ex.: Caáxirica – mato seco ou folha seca.
Xirimbábo – Animal doméstico.
Xiróra – Roupa.
Xiróra-monhangára – Alfaiate.

PORTUGUÊS - TUPI

A

A (em) – Upé ou Opé.
A (lugar para onde) – Keté, kité, kiti.
A (para alguém) – Çupé, arãma. (V. Tupi-Port.)
Abacaxi (ananás) – Naná.
Aborrecido – Cuéra.
Abraçar – Iumãna.
Abrir – Iapirári, piráre.
Acéfalo (sem cabeça) – Akangaíma.
Acender – Mundíca.
Achar – Uacémo.
Acolá – Á, apé, aápé, mimi.
Acreditar – Ruiári.
Adeus – Tupãna-irumo, eré.
Adorno – Atára.
Afastar – Tirica.
Agora – Cuíre. Agora mesmo – Cuhire tenhen.
Água – Í.
Ainda – Rai~n. Ainda não – Intí rai~n.
Alagado – Cemiíua.
Alagar – Iupipica.
Aldeia – Tába. Aldeia velha – tapéra.
Alegrar – Moróri.
Alegre – Çorí.
Alfaiate – Xiróra-monhangára.
Algodão – Amaniú ou Amanijú. Linha de algodão – amaniú inimu~.
Alguém – Amúauá.
Ali – Á, apé, aápé, mimi. Por alí – arupé.
Alma – Anga.
Alto (a pino) – Iuaté.
Amanhã – Uirandé.
Amar – Çaiçú.
Amarelo – Tauá, jubá. Ex.: Itajubá – pedra amarela, ouro.
Amigo – Anãma. Amigo de verdade: anãma eté. Amigo do coração: anãma piá.
Ananás (abacaxi) – Naná.
Animal (do mato) – Çoo.
Animal (doméstico) – Cerimáu, Xerimbábo.
Ano – Acaiú.
Anta – Tapiíra.
Anteontem – Amúkuecé.
Antes de – Renoné.
Ânus (traseiro) – Xiquára.
Anzol – Piná, pindá.
Aonde? (onde) – Memé.
Apagar-se – Uéu.
Apanhar – Poú.
Aparar – Çuãti.
Apenas – Nhu~nto.
Aprender – Iumuhe~.
Aquecer – Muacú, Moacú.
Aquele (aquilo) – Nhahã.
Aquentar – Muacú, Moacú.
Aquentou – Muaçú.
Aqui – Iké.
Aquilo (aquele) – Nhahã.
Aquilo somente – Manhu~n. (V. Tupi-Port.).
Arco – Uirapára.
Arpão – Itápúa.
Arranjar – Mucaturú, mugaturú.
Arriar (por no chão) – Muií.
Arriscar – Iaçú.
Arrotar – Opinu~.
Arroz – Auatií.
Arrumar – Mucaturú, mugaturú.
Árvore – Iua.
Assado – Mixira.
Assar – Mixirí.
Assoprar – Peiú.
Atirar – Iapi.
Atrás (para trás) – Çacaquéra.
Ave – Uirá. Ave fantasma – urutáu.
Avô – Ramúia.
Azedo(a) – Çai.
Azeite – Iandí; (na costa) jandí.
Azul – Çuikira.

B

Baleia – Pira-uaçú.
Banda – Çuaxára.
Barranco – Ibi~tura.
Barulho – Teapú.
Batata – Iutica.
Bater – Petéca, nupã, tucá.
Beber – Úi.
Bebida – Kau~i~ (V. Tupi-Port.).
Beiju – Beiju (vocábulo tupi que passou para o português).
Bengala – Miraçanga.
Berro – Cururúca.
Boa – Catú. Boa tarde – ianékarúca. Boa noite – ianépitúna.
Bobo – Aqúáima, akangai~ma. (V. Tupi-Port.).
Boca – Iurú, jurú.
Boi – Tapiíra.
Boiar – Ui~re~, Uiri.
Bom – Catú. Bom dia (cumprimento) – ianécoe~ma.
Bonito(a) – Poranga, puranga.
Braço – Iiuá.
Branco – Murutinga. (Na composição fica somente tinga. Ex.: itátinga – pedra branca).
Breu – Iraiti~.
Brincar – Muçarái.
Brigar – Muramunhã.
Bulir – Iáúki.
Buraco – Ruára.
Buscar – Piãmo, ipiama, cicari.

C

Cá – Icé.
Cabeça – Akanga (V. Tupi-Port.).
Cabelo – Áva, ába.
Cachaça – Tepipira.
Cachoeira – Itú.
Cachorro – Iauára, jaguára.
Caça – Ximiára, Çoo.
Caçada – Caámunuçáua.
Caçar – Caámunú.
Cada – (um-um) Iepé-iepé.
Cadáver – Reãuéra.
Caixa – Patuá.
Cair – Ári.
Calado – Quiririnte.
Caldo – Iúkicí.
Calor – Caçu.
Calvo – Apekéxinga.
Camarão – Poti ou poty.
Caminho – Pé (V. Tupi-Port.).
Campo – Ippie.
Canastra – Patuá.
Cansado – Maraári.
Canivete – Kicé-miri~.
Canoa – Igára, ubá.
Cantar – Nhehe~ngari.
Canto (ângulo) – Openaçáua. (V. Tupi-Port.).
Cão – Iauára, jaguára.
Capão (mato) – Caapõm.
Capim – Capií.
Cara – Ruá (para a 1.ª e a 2.ª pessoa). Çuá (para a 3.ª pessoa).
Carne – Çoo (enquanto no corpo com vida). Çooquéra (carne morta).
Caroço – Rainha.
Carregar – Çupíre, puracári.
Carta – Papéra.
Carvão – Tátá-puinha.
Casa – Óca.
Casar – Mendári, menára.
Casado – Mendaçúru.
Catinga (mau cheiro) – Ine~ma.
Catinga (mato) – Caátinga.
Cauda – Ruáia, çuáia (V. Tupi-Port.).
Cavar – Opecoi~n.
Cedo – Coéma-eté.
Cera – Iraiti~.
Cerrado (mato) – Iaitiúa.
Cerrado – Tipiáia.
Cesto – Panacú, uaturá, uruçácanga.
Céu – Iuáka.
Chato(a) – Peva, peua.
Chão (terra) – Iuí.
Cheio – Iapoú.
Cheirar – Cetúna.
Cheirar – Çaquéna, çaquénaçáua.
Chifre – Iáva, sárauaçú, aca.
Chuva – Amãna.
Chuvisco – Amãnapipi.
Cidade – Mairí.
Cima – Gaápira. Para cima – gaápira-ketê. Rio acima – gaápira-ketê.
Cintura – Kuá.
Cinza – Tinimúca. (Resto de fogo – tátápuinha.)
Cipó – Xipó.
Cobra – Bóia.
Cobra-grande – Boia-uaçú, ou melhor, boiassú.
Coisa – Mahá, mbaé, umabaé.
Coitado(a) – Taité.
Comer – Ú.
Comida – Temiú, tembiú, meiú.
Como – Mãe.
Como passas? (saudação) – Maitáreçaçáua.
Companheiro – Retáma-uára, irúmouára.
Comprador – Pirepãnaçara.
Comprar – Pirepãna.
Comprido – Ipucú (muito comprido – ipucúreté).
Conduzir – Çupíre, ceíí.
Consertar – Mucaturú, mugaturú.
Contar – Piçacú, ombeú.
Conversar – Puranguetá.
Coração – Piá (V. Tupi-Port.).
Corda – Tupaçãma, tupaxãma.
Cordão – Tupaçãma, tupaxãma.
Correr – Reuí, unhã.
Cortar – Munúca, monoc.
Costas – Cupé.
Cotovelo – Iiuá-penaçáua (tortura do braço).
Covão – Tipiáia.
Cozinhar – Mimoí.
Creme – Ikáua.
Crescer – Muturuçú.
Çriança – Taína.
Criado – Miaçúa.
Cuia – Cuia (vocábulo tupi que passou para o português).
Culpa – Angaipáua.
Cumbuca – Cuiumbúca.
Cupim – Cupií.
Curto(a) – Iatúca.
Cutia – Acutí.
Custoso(a) – Iuaçú.

D

Dança – Muraçí.
Dançar – Purací, puraçái.
Dar – Mehe~.
De – Cui, cuiuára ou xiíuára. De Deus – Tupa cuí. Linha de algodão – Inimu~ amaniu~ xiíuára.
Deitar – Ienõ.
Deixa estar... – Tenupá.
Deixar – Xarí.
Denso – Uaçú.
Depenado – Çauiama.
Depois – Riri, riré.
Depressa – Curutê, curute~n.
Derreter – Oiticú.
Descansar – Pitúú, Mituu, Opituú.
Descer – Oiíé.
Descuidado – Iumucúari.
Descuidar – Iumucúari.
Deus – Tupã, Tupãna (V. Tupi-Port.).
Deus – Do amor – guerreiro que vive nas nuvens: Rúda ou Perúdá. Deus da caça: Anhanga. Deus da floresta: Curupira. Deus do mal que habita a floresta: Cahapora. Deus dos pássaros: Guirapurú. Deus dos peixes: Uauiára. Deus dos campos: Mboitátá.
Devagarinho – Meué.
Dia – Ára. Meio-dia: çaié, iandára.
Diabo – Iuruparí, Juruparí. (ente sobrenatural que visita o índio durante o sono causando-lhe aflições).
Dificultoso – Iuaçúuára.
Dizem... – Ipahá, pahá.
Do (lugar de onde alguma coisa vem) – Çuí, xií.
Doente – Imací.
Dois (2) – Mukui, mokoin.
Domingo – Miteú, mituú (V. Tupi-Port).
Dor – Taci. Dor de cabeça: akangací.

E

Ele – Ahé. (pronome da terceira pessoa do singular).
Eles – Aetá ou aitá. (pronome da 3.ª pessoa do plural. É uma contração de ahé – ele – e etá ou itá – partícula que corresponde ao nosso s, sinal de plural).
Embarcar – Ruári.
Embarcar-se – Iúroári.
Empinar – Puã.
Emprestar – Purú.
Em vez de... – Recuiára (V. Tupi-Port.).
Enchente – Paranauíké.
Encontrar – Uacémo.
Enfeite – Atára.
Enraivecer – Ocarú.
Enrolar – Mamãna.
Entendimento – Aqúa. Sem entendimento, idiota, bobo, tolo – aqúai~ma.
Enterrar – Reuti~ma.
Enviar – Mundú.
Enxuto – Oticanga.
Erva – Capií.
Escolher – Parauáca.
Esconder – Iumimi.
Esconderijo – Cemu~ti~ma.
Escravo – Miaçua.
Escrotos – Rapiá, çapiá.
Escutar – Sapiçáka.
Espaço – Pusuçáua.
Espalhado – Oçai~n.
Espelho – Uáruá.
Esperar – Çarú, çanarú.
Esperto – Ikirimáua.
Espingarda – Mukáua.
Espinho – Iú, jú.
Esposa – Miricó.
Esposo – Me~na.
Estar (ou ser) – Ikó.
Este(a) – Quáhá.
Esteio – Pitaçoçáua.
Estender – Ombúre.
Esteira – Tupé.
Estragado – Aíua. Ex.: Pináaíua – anzol estragado, velho. (V. Tupi-Port.).
Estrangeiro – Amútetãmauára (alguém de outra pátria).
Estrela – Iacitátá.
Eu (pronome pessoal da 1.ª pessoa) – Ixé, xé.
Experimentar – Caãn.
Extremidade (fim) – Pauçape, recapíra.

F

Faca – Kicé.
Facilmente (num instante) – Curutéuára.
Falar – Nhenhe~.
Falso(a) – Rãna.
Faltar – Uatari.
Farinha – Uhí, iú. Pólvora (farinha de espingarda) – mukaúa-uí. Farinha de peixe – piráuí.
Farto – Iapoú.
Fava – Cumandiassú.
Fazer – Munhã, monhã.
Fechar – Cikináu, piráre.
Ferida – Pereúa.
Feijão – Cumaní, cumandí.
Feio(a) – Puxiuéra.
Ficar – Pitá.
Filha – Raiíra.
Filho – Embira, membira, raira, mú. O pai diz: ce raira. A mãe diz: ce membira.
Finado – Amira.
Fio – Inimú, inimbó.
Flauta – Me~mi.
Flecha – Ruíua.
Flor – Putíra.
Folha – Caá. Folha seca – caáxiríca.
Focinho – Tim.
Fogo – Tátá. (V. Tupi-Port.).
Fome – Iumací. (V. Tupi-Port.).
Fazer força – Oimúkirimáuo.
Força – Kirimáua.
Forno – Apu~na. (V. Tupi-Port.).
Foz (rio) – Tumaçáua. Para a foz – tumaçáua-keté, isto é, rio abaixo, para baixo.
Frente (em) – Robakê.
Frechar – Iumú.
Frio – Roí, ruí.
Fruta – Iuá.
Fugir – Iauáu.
Fulano – Epejú.
Fundo – Teipi, tipi. Muito fundo – teipi-reté. No fundo – ipipe.
Fumaça – Tátátinga.
Fumar – Úpitíma (V. Tupi-Port.).
Fumo – Pitíma.

G

Gaita – Me~ní.
Galho – Rakanga.
Gato – Pixãna.
Galinha – Çapucáia. (V. Tupi-Port.).
Gavião – Inaié, inagé.
Gente – Uára, míra. Vivente – Guára, cuára. (V. Tupi-Port.).
Gigante – Caápóra-uaçú.
Gostar – Çaiçú.
Grande – Turuçú (V. Tupi-Port.), uaçú.
Grosso – Nãma.
Guloso(a) – Tiára.
Guaraná – Uaraná.
Guerra – Guaraní.

H

Haver – Rekó, recó.
História – Momeuçáua.
Homem – Aba, apgáua (V. Tupi-Port.). Homem branco (cristão) – cariua.

I

Idioma (tupi) – Nhenhe~gatú (língua boa).
Idiota – Aqúái~ma, akangai~ma (V. Tupi-Port.) Aqúái~ma – sem entendimento (aqúa – entendimento + i~ma – sem).
Igarapé – Igarapé.
Ilha – Caápoi~n.
Índio – Tapíii~a.
Inimigo – Rúai~ana.
Interrogação (partícula) – Será.
Ir – Ço. (O verbo ço faz no imperativo çoin).
Irmã – Rendéra.
Irmão – Kiuíra, mú.

J

Já – Ãna (V. Tupi-Port.).
Jabuti – Iautí.
Jogar – Omburí.
Janela – Okéna-miri~ (okéna – porta).
Junto – Irúmo, robakê.
Junto – Ruaké.

L

Lá – Á, apé, aápé, mimi.
Laço – Iucãna.
Lado – Çuaxára. (Lado direito – catúçáua; lado esquerdo – puxí-catúçaua).
Lado (ao lado) – Ruaké.
Ladino(a) – Iacú.
Ladrão – Kirupi, mamungára.
Lago (lagoa) – Ipáua.
Lagoa (lado) – Ipáua.
Latir – Çacémo.
Lavar – Muaçúca, muiaçuca.
Lavrador – Iupanaçáua.
Lavrar – Iupana.
Leite – Camí.
Lenda – Momeuçáua.
Lenha – Iepéa.
Lembrança – Quekatú, mameára – (Saudade). Manúára.
Levantar – Puã, Puãma, Umpuãmo. (V. Tupi-Port.).
Levar – Púri, raço.
Língua – Apecõn.
Linha – Inimú, inimbó. (Linha de anzol – pinaxãma.)
Limpar – Iúci.
Logo – Curumiri~.
Longe – Apecatú.
Louco – Akanga-aiúa (akanga – cabeça + aiúa – estragada) (V. Tupi-Port.).
Lua – Iací, Jací (já – vegetal + ci – mãe). Lua cheia – cairé. Lua nova – caiti (tem missão de despertar saudades no amante ausente).
Lugar – Rendáua.
Lustroso(a) – Cinipuca.

M

Macaco – Makaco.
Madeira – Mirá, Mbira.
Madrugada – Coêma-piranga (o vermelho da manhã).
Mãe – Cí.
Maior – Turuçu-pire.
Mais – Pire (V. Tupi-Port.).
Mais – Rai~n. Mais adiante – tenoné. De mais – reteãna.
Mandar – Mundú, kari (V. Tupi-Port.). Enviar – mundú.
Manhã – Coêma (V. Tupi-Port.). De manhã – coêma-ramé.
Manteiga (creme) – Ikáua.
Mão – Pó. Palma da mão – popitéra.
Mar – Pará.
Maracá – Maracá (V. Tupi-Port.).
Marca – Pinimaçáua.
Margem – Çuaxára (outra margem – amúçuaxára), çuain (margem oposta – çuai~ndápe).
Marido – Me~na.
Marimbondo – Cáua.
Marinheiro – Çurára-parana-porá (soldado que mora no mar).
Matar – Iúca.
Mato – Caá, mbi. No mato – caápé.
Máximo – Turuçu-reté.
Medo – Cekiíe.
Meia-noite – Piçaié.
Meio – Pitéra. Meio da mão (palma da mão) – pó-pitéra.
Meio-dia – Çaié, iondara.
Mel – Ira.
Melhor – Catúpíre.
Menino – Curumi~.
Mês – Iací.
Mesa – Mirápeva, mirapéua. (V. Tupi-Port.).
Mestiço – Caríuóca.
Metamorfosear-se – Ocenéo.
Meu – Ce. O meu – ce-manhã. (V. Tupi-Port.).
Migalha (resto) – Puínha.
Milho – Auatí.
Minha – Ce. Minha coisa – ce-manhã. (V. Tupi-Port.).
Modo (de modo que) – Nungára.
Mofino(a) – Pitúa.
Molhado – Irúrú.
Molhar - Mururú (mú - fazer + rúrú - úmido).
Moquém – Mucoe~n (V. Tupi-Port.).
Morder – Çuú.
Morrer – Manõ.
Mostrar – Mucameche~, muquáo-mehe~, muiuquáu.
Mover – Iakirarí.
Mudar – Mutiríca.
Muito – Mundáuáçú. Reté (V. Tupi-Port.).
Muito(a/as/os) – Ceiia, cetá. Muitas vezes – cetá i.
Mulato – Cariuóca.

N

Nada – Intimahã.
Não – Inti, intimahã (V. Tupi-Port.) Às vezes dizem iuíre.
Nascer – Ce~mo.
Navio – Maracatí.
Nem – Iuíre.
Neto – Remiárerú.
Ninguém – Intiauá.
No (na, em a – lugar onde) – Opé, upé.
Noite – Pitúna (V. Tupi-Port.).
Nome - (Veja pág.). [?]
Nome (em absoluto) - Téra. Quando se fala na 1.ª e 2.ª pessoa - réra. Quando se fala na 3.ª pessoa - céra.
Nós (pronome) – Iané ou iandé. Ex.: Iané (iandé) iaikó – nós temos.
Novo(a) – Pi~çaçú.
Nu – Chirórai~ma, xirórai~ma.
Nuca – Ané.

O

Obra – Munhãçáua.
Obreiro – Munhãgara.
Ocupar – Póra.
Olhar – Mahã, xipiá.
Olho – Teçá.
Onça – Iauáretê, jaguaretê.
Onde (aonde) – Mamé. Para onde – maméketé. Por onde – rupí.
Ordenar – Kári. (V. Tupi-Port.).
Ornato – Atara. Ornato da cabeça – Akanga-atára.
Osso – Cãuéra.
Ótimo – Catúreté.
Ouro – Itajúbá, oro.
Outro(a/os/as) – Amú. (V. Tupi-Port.)
Ouvir – Cenó.
Ovo – Çupiá.

P

Pacova – Pacóua.
Padecer – Pirarári.
Padeiro – Miapé-munhãgara.
Pai – Tuba, ruba, paia.
Palanque – Mutã (V. Tupi-Port.).
Palavra – Nhenhe~ga.
Palma (folha de palmeira) – Ráua.
Palma (da mão) – Pópitéra.
Paneiro – Uaturá, uruçacanga, rerú.
Panela – Panéra, itanhae~.
Pandeiro – Engúá.
Pão – Miapé.
Pau – Mirá, mbira.
Papagaio – Porauá.
Pra (lugar onde) – Keté, kité, kiti.
Para (alguém – dativo) – Arãma, çupé (V. Tupi-Port.).
Para alguma parte – Amúketé.
Para o que – Marãma.
Pardo – Tuira.
Parede – Taipára.
Parecer – Iuquáu.
Parente – Anãma.
Pecado – Anguipáua.
Perdão – Iirón.
Pescoço – Ajúra, iáiura.
Passear – Penatá, uatá.
Pássaro – Uirá.
Pato – Ipéca.
Pátria – Tetãma, retãma.
Pé – Pí (sola do pé – pípitéra).
Pedaço – Piçãuéra.
Pedir – Picirú, iúruré.
Pedra – Itá. Pedra polida – itãn.
Pegar – Piçica.
Peixe – Pirá.
Pele (enquanto no corpo) – Pí. Fora do corpo – piréra.
Pena – Çáua.
Pensar – Maité.
Pente – Kiuáua.
Pior – Puxi-pire.
Pequeno – Quáiaira, miri~n.
Perder – Caima, canhimo, mucai~ma.
Perfume – Çaquena, çaquénaçáua.
Perguntar – Purandú.
Perigoso – Ipuchí.
Perna – Retimã, timã.
Perto – Cauké, ikénhu~nto.
Pesado(a) – Puci.
Pescar – Itica (de anzol) – Pináitica (de rede) – Piçaitica.
Pilão – Imiá.
Piloto – Pitaçocáo.
Pimenta – Kiínha.
Pinta – Pinimaçaúa.
Pintar – Quatiára.
Pisar – Pirú.
Planalto – Araxá (V. Tupi-Port.).
Poço – Iaúapí.
Podre – Iúca. Já podre: iúca retêãna.
Pólvora (farinha de espingarda) – Mukáua-uí.
Ponta – Recapíra.
Ponte – Mitá.
Pôr – Enú.
Por (prep.) – Recê.
Porque – Mãhá recê.
Porco – Taiaçu.
Porrete – Miráçanga.
Porta – Okéna.
Porto – Igárapáua.
Pote – Cumutí.
Pouco – Xinga. Quáiaira. Miii~.
Prato – Itanhae~.
Prego – Itápúa.
Preguiçoso – Iatei~ma.
Preto – Pixuna. (Na composição fica somente úna. Ex.: Itáúna – Pedra preta. Tapi-ii~una – homem preto).
Principiar – Iupirú.
Procurar – Cicari.

Q

Quando – Ramé (V. Tupi-Port.). Mairamé.
Quanto(a/os/as) – Mu~íre.
Quatro – Erundi.
Quarta-feira – Murapé muçapira.
Quarto (comodo) – Ocapí.
Que (relativo) – Uáhá.
Quê? – Mahãtahá, maháta.
Quebrar – Mupéna.
Quebrar-se – Upéna.
Queimar – Cái, çapi.
Quem? – Auá, anáta, será, tá, tahá, pá, anátahá. (A presença das partículas interrogativas estabelece a única distinção entre as frases interrogativas e as afirmativas.)
Quente – Çacú.
Querer – Potári, putári (V. Tupi-Port.).
Quinta-feira – Çupapáu.

R

Rabo – Ruáia, çuáia.
Raio – Tupá.
Raiz – Rapú.
Ralhar – Iákáu, oiacáu.
Ramo – Çacanga.
Raposa – Micúra (micura).
Rasgar – Muçurúca, mui~n.
Rasto – Pipóra.
Recado – Quekatú.
Rede (de dormir) – Kiçáua. Túpa (de pescar) – piçá.
Região – Rãma.
Resina – Iraiti~, cicaátã.
Responder – Çuaxára.
Resto – Puinha.
Remo – Apucuitáua.
Repentinamente – Curuteuáre.
Revólver – Mukaúa-miri~.
Rezar – Iúmuhe~n.
Rio – Paraná.
Rir – Pucá.
Roça – Cupixáu, cupixáua. Na roça: cupixapé.
Rolar – Muieréo.
Ronco – Cururúca.
Roupa – Xiróra, chiróra, mahá.
Ruim – Puxi (V. Tupi-Port.).

S

Sábado – Suarú.
Saber – Quáu.
Sair – Ce~mo.
Sal – Iukíra.
Saltar – Purí.
Sangue – Tuquí.
São (boa saúde) – Icatú.
Sapato – Sapatú (?).
Sapinho – Iui.
Sapupema – Rapupema (V. Tupi-Port.).
Saudade – Manuára, mameára.
Secar – Muticanga.
Sede – Icéí.
Seco(a) – Xirica.
Seco (sem água) – Otipáua.
Segunda-feira – Murakepé.
Segurar – Pitaçoca piçíca.
Sem valor – Pane~ma.
Senhor – Iára.
Ser (ou estar) – Ikó.
Serviço – Muraké.
Seu (ou sua) – I.
Senão – Aiu~m, anhu~, nhu~nto.
Sexta-feira – Iucuaçú.
Sim – Éé, tenhém. Sim senhor – çupé [çupí]-tenhem (na verdade). Usam também eré.
Sinimbu – Cinimu~.
Sino – Itanhae~n.
Só – Anhu~, aiúm, nhu~.
Somente – Anhu~, aiúm, nhu~.
Sobre (em riba, em cima) – Aripe (V. Tupi-Port.).
Sofrer – Pirarári.
Sol – Coaracé, Guarácí. Sol alto – coarací-iuaté. Ao sol – coaracípé. (Guára, ou cuára, ou uára – vivente + cí – mãe.)
Soldado – Çurára.
Sombra – Anga.
Sono – Repocí.
Suar – Reái.
Subir – Iúpire.
Sucuri – Cicurijú.
Sujar – Búicuá.

T

Tabaco – Pitima.
Tanga (corda da cintura) – Kuáxãma.
Tanto como – Maiiaué.
Tapuio – Tapiíia.
Tarde (das 5 às 7) – Karúca, caruca (V. Tupi-Port.).
Tartaruga – Iurará.
Tempestade – Iuitúaiua.
Tempo – Ára.
Ter – Rekó, recó. Ter vontade – iumutari.
Terça-feira – Múraké-mocoi~.
Terra – Íuí, íbí.
Terreiro – Ocára.
Tesoura – Pirãnha.
Tingir – Muquátiára, quatiára.
Tio – Tutira.
Tirar – Iuúca.
Tocaiar – Mutucáia (V. Tupi-Port.).
Tocar – Ompú.
Todos – Opai~n.
Tolda – Pánacapíca.
Tomar – Piçíca.
Trabalhar – Purauké.
Traseiro (ânus) – Xiquára.
Trazer – Ipiama, rúri.
Triste – Çaçí, Çaçíára.
Tu (2.ª pessoa do singular) – Ndé, né ou iné (V. Tupi-Port.).
Tupi – (V. Tupi-Port.).

U

Úmido – Rúrú, murú.
Um – Iepé, oiepé.
Ungir – Mumuuri.
Untar – Mumuuri.
Urinar – Ocarúca.
Urubu – Urubé, umbú.

V

Vaca – Tapiíra-cunhã.
Vadio – Iatei~ma.
Vagarosamente – Meué-rupé.
Valente (valentia) – Kirimáuaçáua.
Valor – Kirimauaçáua.
Valor (coragem) – Piáuaçú.
Varrer – Piíre, iapiíre.
Vassalo – Miaçúa.
Vaso (para conter água) – Igaçaba.
Vassoura – Tapixáua.
Vazante – Paranátipáu.
Vazio – Quaia, Iporai~ma.
Veado – Çuaçú. Veado grande do tamanho de uma novilha – çuaçúapára.
Vegetal – Já.
Vela – Çutinga.
Velha (mulher velha) – Uaime, uaimi~.
Velho (homem) – Tuiué.
Velho(a) (coisa, animal) – Aiua. Homem velho – Tuiúé. Mulher velha – Uaimi~.
Vênus (estrela) – Iací-tátá-uaçú.
Vento – Iuítú.
Verdade – Çupí.
Verdadeiro (de verdade) – Eté.
Verde – Iakira.
Vergonha – Tí, Ti~m.
Verme – Itapurú.
Vermelho – Pirãnga, pirain.
Vestir – Iumundéo.
Vinagre (água azeda) – Içái.
Vinho – Kaui~-piranga.
Viola (instrumento com 3 cordas de tripa) – Guarará-péva.
Vir – Iúre.
Vivente – Guára, cuara, uára.
Vizinho – Ruaké-uára.
Voar – Bebê.
Voltar – Iuíre.
Vós (2.ª pessoa do plural) – Pehe~, penhe~. Ex.: Vós tendes – penhe~ perekó.

Z

Zangar – Iakáu, oiacáu.

Vocabulário Tupi Austral - Língua Geral Paulista

Língua falada no séc. XVII em São Paulo, Cuiabá e Rio Grande do Sul. A língua dos Bandeirantes.
[PTG] - significa a correspondência com a língua Proto-Tupi-Guarani, tentativa de reconstrução de uma língua ancestral comum a diversas línguas e dialetos dessa família lingüística.

abelha
íra
acabar (acabou)
opá-
acender
moendú
agulha
itámirin
aliviar
bovevúi [PTG28]
amar
ausúb
amarrar pela ponta, atar
apuxin [PTG8]
apagar
(amo)-wé
apagar, desbotar
bongwé
arredondar
boapwá [PTG183d]
ave, pássaro
gorá [PTG158]
banco, cadeira
apuka [PTG194d]
brilho, clarão
enduái
cabeça
akang [PTG33]
cabelo
ába [PTG34]
cair
a'a [PTG35]
caminhar
gwatá, watá, atá [PTG10]
chamar, dar nome
enoin [PTG48]
chegar
wasé
cheirar, beijar
entun [PTG50]
cobrir
asói, asúi
criança
mitánga
deixar
ejá
dente
-áña [PTG72]
descer
wejú
detestar
amotaréu, amotaréju
dia, céu, tempo
ara [PTG74]
doce, açúcar
eenm
doer
asú
duro, forte
antan, atã
ensinar
poromboé
entender
endú, endub [PTG151]
erguer
(amo)-jupí
esperar
aron
estimar
ausú
experimentar
a
faltar
awí
fazer
apô
fazer passar, salvar
boasá
habitacão
etame[PTG7']
jogar
apí
leve
vevúi [PTG28]
magro, fraco
angaivára
mau
aí, ahí [PTG126]
medir
aa
mergulhar
pomim
molhado, úmido
akum, moakum [PTG129]
nascer
ose-
nome
éra [PTG141]
nomear, dar nome
eróka [PTG141d]
parente, pais
anamá
passar
asá
pegar

penoso, com pena
iavai-avai
perna
etuma [PTG167]
procurar
ekár
puxar, arrancar
ekui
quente, febre
akú [PTG178d]
rachar
bovóka, bovóke [PTG180]
redondo
apwá [PTG183]
responder
ekovia [PTG216d]
roupa
aóva, óva
sentar
apúk [PTG194]
torcer
parin
um
ñepein [PTG205]
ver
ecá [PTG208]
ver
epiáka, epijáka [PTG208]
vida
ikové [PTG216]
voar
bebé [PTG217]

Vocabulário Tupinambá

(1a.p.pl.) asé
(1a.p.s. com gerun.) wi-
(2a.p.pl.) pe, peyepé
(2a.p.s.) he-
(3a.p. com nomes) i-, s-
(3a.p.) s-
(agente) -ar
(agente) -sar
(causativo comitativo) -er, -ero
(causativo) mo
(circunstância de lugar) sab
(locativo) -be
(locativo), em -pe, -me
(nome de circunstância) -ab
1.ª p. s. a-
2a. p. s. ere-, e
abaixar ayby
abelha eirúba
abelha irasúba, irúba
acender moník, moendyk
acidente etomemwã
ácido, azedo -ái
acima enosém
acolher voiké
acordar páka, mõmbaka
agora koyr, ang
água i, ý
água, rio ý, i
agudo, afiado,
cortante aemee, -aembé
aldeia taba
algodão amanyjú
algum, outro amó
ali akue(i)pe
alinhar, entrelaçar pen
alma anga
alto ybaté
alvoroçar pekúi, apekúi
alvoroço apekuitá
amanhã oirã, oirãde
amar, amor ausúb(a)
amarelo yub, îuba
amarrar, atar apitin, aputin
amarrar, atar puguara
andar atá, guatá
animal soó
animal doméstico eimbab
ano (lit. caju) akaîú
anta tapiira
anteontem akó kueré
anus eikwára, ikwára
apagar, desbotar gwéb, mogweb
apertar, estreitar momik
apertar, estreitar pyka, iopýka
aquele ãua, ahen
aquele kwéi, kwe, ebokué
aqui iké
arco ibirapar, ybyrapar
arco urapára
areia ibikui, ybykui
areia ybykui
arma (lit. matar-instrum.) yukab
árvore ib, ybá
árvore ybyrá, ýba
asa pepó
assar mixiri
assi, desse modo emonã
atirar (e errar) abý
atirar, jogar, lançar momor
atrás akywer(a), akekewara
atrás de sakypwéri
avareza ekoateyma
ave, pássaro guirá, gwyra
ave, pássaro wira
avô amõy, amunia
bagre jundi?á
baixo (de altura) gwyripe
balançar temõm
banana pakobá
banco apikaba, apykaba
banhar asuk
barba (lit. queixo-pêlo) endevába
barriga akapé
barriga egé, igé
bater apurupã
bater em nupã
bater-se, fazer desordem apatuká
beber i?u, yu, u
boca yuru, îuru
bochecha etypy
boiar bebuy
bom katu, porãga
bonito, bom porãga, katu
borda, margem eby
braço îybá, îubá
branco tíng, morotinga
branco, homem branco karaíba
brando, mole eté
brasa tatapyi
bravo yarõ
brilhar beráb
brincar yemosaray
brotar, germinar eñuni
buraco kwar, kuara
cabeça akánga
cabelo ab, ába, (s)aba
caçar ka amondo, porakára
cachoeira, salto ytú
cachorro iaguaia
cadáver eõngwéra
cágado jaboti
cair, nascer ar, ára
caminhar gwatá, watá, atá
caminho ape, pe
caminho pe
campo nhun, yun
campo yun, nhun
canoa i ar, yar, ygára
cansado kane?õ
cantar ñenengára
capim kapi in
capim-sapé jaçapé
carne o o
casa (lit. lugar em que se dorme) kesab
casa, teto ók(a)
casamento ména
casar(-se) momendara
casca, cortiça ape
castrar apiaók
cauim, bebida de milho kawin
cavar ibikoy, ybykoy
cavar yo?ok
cavidade ibiny, ybyny
centro, meio pitéra , pytéra
cera de abelha, alcatrão iraitin
cérebro, miolo apitome
cesto karamemwã, panakun
cesto panakun
céu ybáka, ibak
chaga ja'ó
chamar, dar nome enõy
chata méb
chato, plano, baixo péb
chefe morubixába, tubixába
chegar wasem, gwasem
cheio por
cheio, saciado itarõ, ytarõ
cheio, saciado ynysema, (t)ynysema
cheirar etun, (s)etuna
cheiro bom, perfume eãkwen, eãgwen
chifre ?ak, áka
chupar piter, pyter
chuva aman(a)
ciência ekokwába
cigarro, fumo, tabaco petim
cílios -ába, resá sába
cinco ãmbo, xepó
cinzas tanimuk, tanimbuk
cipó ycypó
cobertura asoyába
cobra mbóia, moy
cobrir asúi
coisa mbae
coisa doce, salgada eenmbaé
colar pi ír
colina, monte ibitir, ybytir
com esé
com irunmo
começo yipi, yypy
comer u, mbaeú
como arõ
como ? marã, marãmo
companheiro, camarada, próximo apixára
companheiro, irmão irun
comprido, longo puku
coração pyá
corda sam, (t)upasama
corpo eté
correr án, ñana
correr ñana, án
correr (rio), fluir sirik, syryk
correto porãga
cortar kitin, kytin
cortar mondóka
costas kupe
costume eko, état
costurar mobibik, moapýka
cozinhar moina, moîyba
crescer akakuwab
curto akytã, apuain
cutia, aguti akuti
dançar -poraseia
dar me eng
de manhã kori koeme
de tarde karúka, karukeme
dedo pwã
deitado uba
deitar-se moúba, îetuú
deixar ejár
dente ãya, ãña
derramar en
descer gwejyb
desenhar kwatiar
Deus Tupã
dia ar, ara
difícil abaíba
direito katu, poatá
disforme iaíte
dizer é
doer así
dois, segundo mokõy, mokõi(daba)
dormir ker(a)
duro, rígido anta(m)
ele, aquele a e, ahen
em cima, sobre áripe
em cima, sobre sosé
em frente de enondé
embaixo unyripe
empregado mimway
empurrar moayan, moañana
entrar iké
enviar mono
enxada sir, syr
escuro pytuna
espaço pa un
esperar -aro
esperma ayra-rama
espesso, grosso kwaguasú, poanama
espesso, grosso poanama, kwaguasú
espiga, cacho ára, aryba
espingarda mokáb
espírito, demônio añanga
espírito, demônio yurupari
espirrar (onomatop.) atiãma, asãm
esposa (coisa possuída) emireko
espremer, ordenhar ami
esse ebokwéi
estar com medo, temer, ter medo sykyîé
este kó, ikó
estômago i e, ye
estreito akytaba, añurin
estrela yasi-tata, jacytata
eu ixe, xe, isé
eu, me, meu še
faca kise, kyse
faca kycé
falar ye eng
falar, dizer ñenen
faltar aby
fazer apó
fazer entra moingé
festa ñemokuri, oryba
fezes, excremento ebíra
fezes, excremento potí
fibra pó
ficar pytá
ficar em pé ama
ficar em pé pu am
fígado, estômago pi a
filha, filha do irmão tajyra, taîýra
filha do filho, filha da filha temininõ
filha do irmão da mãe, filha da irmã do pai, filha da irmã jetipéra
filha do irmão do pai tendyra
filho memír
filho, filho do irmão tayra
filho da irmã riyra
filho da irmã do pai tutyra
filho do filho, filho da filha temininõ
filho do irmão do pai tykyra
fino, delgado po in, pobebé
fixar atykã
flecha u ub(a)
flor potir, potyra
fogo tata, -ata
folha kaa
folha ob
forquilha akamby
frio ro i, ro isa, roysãga
fruta á
fruta ib a, yba
fumaça tatating
fumar petimbu, petymbú
furar mokúára
furioso irõ
furo ybykuára, kuára
galinha sapukáy
galo sapukáya
gente, índio, homem aba, avá, apyába
gordo kyra
gordura, graxa kab, kába
gordura, toucinho yani, yany
grande -guasu, -usu, -wasú
grande tubiša, turusu
gritar asem
habitacão etama
hoje uyara
homem apyába, aba
igapó ygapó
igarapé (lit. canoa-caminho) ygarapé
ilha ipa un, ypatun
iluminar moendy
imagem aangaba
imitar aang
impedimento abaipába
inchar mopunga
intestinos, entranhas i e, ye
intestinos, entranhas ige piú
ir só, co
irmã kipiir, kypyyr
irmã, filha da irmã da mãe tendyra
irmã da mãe si, sy
irmã, prima endir, endyra
irmão, filho do irmão da mãe tykyra
irmão da mãe tutyra
irmão do pai aixé
irmão menor, irmão da esposa kibir, kybyr
jacaré jacaré
jacaré yakare
joelho enipi?ã
jogar api, eytika
lábio embé, tembé
lagarto tejú
lago, poço upab(a)
lamber eréb
lavar moîasuka
leite kambý
levar era, rasó
leve, pulmão bebiya
língua apekun
liso sim, syma
longe apuekatú
longe wimirib
longo uku
lua, mês yasi, jacý, iasy
luz, clarão endy
macaco ka i
machado jý
machado yi, yy
maduro apaîé, púba, aîuba
mãe si, sy
mãe da mãe, avó,
irmã do pai do pai,
mãe do pai,
irmã do pai da mãe aryia
magro, fraco angaibara
mamar kámú
mandar pway
mandioca mani ok, mandioka
manejar abyky
mão po
mão esquerda po asú
mão esquerda, esquerdo asú
maraca mbaraka ~maraka
marido mena, man
matar yuka, iuká
mato, mata, selva ka a
mau aib(a)
mau poxy
máu poxý
medo sikiye, sykye
medula, miolo apitera, apytera
mel eir
mel ira
menina kuñãtai
menino kurumi
milho abati
miolo apituima, apytuyma
moça kuñãmuu
moço kuruminguasu
molhado akim, akym
molhado ruru
montão, grande quantidade atyra
morcego andirá
morder su u
morrer manõ
morte eõ
mover miny
muitos etá, -exia
mulher kuñã, kuyã
multidão, muito eyja, -ya
mutum, esp. de ave mitun
nadar itab, ytab
não aani
narinas apuña
nariz, bico tin
nervo, veia ajyka
neta amiminõ
neto emiarirõ
ninho aity
noite pisare
noite pitun, pytuna
nome er(a), (t)era
nomear, dar nome erók
nós (exclus.) ore
nós (inclus.) iandé, îandé, yané
nós (inclus.) yane
nuvem, céu nublado ibating, ybating
odiar, detestar amotareyma
olho esa, tesa
ombro atiyba, atiúba
onça jaguára, iawar, îaguareté
onça yawar
onde? mã, mano
ontem kwesé, kuesé
orelha nami, nambi
osso, caveira kang, kangwera
ouvido apysá
ouvir enub, enduba
ovo upi a, supi?a
pagar epy
pai paí
pai túba, úba
pai ub
pai, irmão do pai tuba
pai do pai, pai da mãe tamõi
pajé, xamã pajé, paîé
palavra, falar ñeenga
panela ya' en
panela yaenpepo, ñaenpepo
papagaio ayuru
parente, pais anama
pátio da aldeia okára
pato ipek, ypek
pau, madeira ibirá, ybyra
pé pi, py
pedra ita
pegar, receber ára
pegar, segurar pisik, pysyka
peidar pinõ
peito poti a
peixe pira
pele pire
pele retirada pirwer
pele, casca apepuera
pena dele sab
pena, pluma, pelo ab(a)
pênis akoaña, akói
pensar maenduára
penugem agwéra
pequeno mirí, mirin
perna etimã, (t)etyma
perto, próximo pype, obabo
pesado posíy, pošy
pescar pindaeitýka
pescoço ajura, ajurepy
pescoço ayur(a), aîura
picar, furar kutuk
piolho kib, kyb, kuyba
pium, esp. de mosquito pi un
planta do pé, sola do pé piputéra, pyputéra
pó, poeira tybyra, timbora
podre îúka
ponteagudo, longo apwá
ponteagudo, longo apwá
por rupí
porco taîasu
porta okéna
poucos mokoño
praia yembiîeia
prato ña en
preguiça ai, ay
pretérito -pwer
preto pišun, pixuna, una
preto un
primeiro ypy, oîepé
primo ybýra
procurar ekár
pubis ambé
pubis, puberdade ako
pular pór
puxar mosýke
puxar, arrancar eky, iky
quando ? erimbue
quati kwati
quatro irundy(k)
que coisa mbae-mbae
queimada kaytab
queimar kay
queimar, incêndio api, apy
quem abá
quente akub
querer potar
rabo waya, uwáy
rachar mobok, mombúka, bóka
raiado (está) sa ír
raiz apó
raspar, arranhar karãy, karãia
raspar, coçar e iny
raspar, esfregar kitik, kytyk
raspar, esfregar pin
rato egujá
ravina ibi am, yby'am
recente, novo pisasu, pysasú
recipiente uru
rede de dormir iní, inun
redondo apu a, yupu a
relâmpago tupã berab
remo pukuitaba
repreender, ralhar akáu
respirar pituen
reto poatã, (i)atãñé
reunir moatyr
rio, mar paraná
rir puká
roça kó
rosto obá
roupa aób(a), óba
saber kwab, kuaba
sabor, doce, salgado een
sair sem
sal yukir, îukira
saliva ení, endy
sangue uwi, uwy
sarar, curar pwerab
saúva ysaúba
se reme, neme
seco kang, tinga
seco tiníng, kang
seco tipáb
seio kam, káma
semente a iny, ayny, ayñ-
sentado apika, apýka
sentar apik, apyk(a)
sinal, balança aangaba
sobrinha ajýra
sobrinho, filho aýra
sogra do homem, mãe da esposa ayxó, aixú
sogro atúba
sol kwára, kwarasy, cuára
sombra, alma anga
soprar peyu
sujo ki a, kya
taquara takwar
tatu tatú
telhado, cobertura, teto apira, apyra
terra ibi, yby
terra yby
testículos apiá
tia paterna aixé, aysé, syyra
tia paterna ayxe
tomar yar
torcido pari
torcido, curvado apára
trabalhar porabyký
três, terceiro mosapir, mosapyr
tripas yguepoin
trocar ekobiár
trovão tupã
tu ne, nde, emdé
tu (impera.) peyé
tucano tukán
tucum, coco tukumã
tudo, todos iande
tudo, todos (o)pab
ultrapassar opwán
um, primeiro oiepe, oyepe
umbigo puruã
unha pwãpen, poapen
unha dos pés pisãpen
urina ti, ty
veado suasú
velha waomi
velho, homem velho túibae, tuñábae
vento ibitu, ybytu
ver epyak
verde, azul, cor obi, oby
verde, imaturo kyra, ybýra
verde, não maduro akyra, akuyra
verga, bastão embó
verme îaratitá, raú
verme raú, îaratitá
vermelho pirang
vermelho pitang
vermelho wang
vespa kaba
vida ekobé
vir ur
vir yur, ur
viver, vivo eko, ekobe
voar bebe
você ene, ne, endé
você ené
vocês pe en
voltar atimã
voltar yebir
vomitar we en, gwe ena
vós, vocês pe, peyepé, peen

Vocabulário Torá

anawá canoa, barco
apuetó, apitó sol
atirim casa
awaxí flecha
imin anta
ixë' fogo
ko, kom água, chuva
kpia(t), kapiaká língua
krakau cobra
nakón homem
ñaukamán mulher
paná pau
panaú, panaó lua
parí arco
pikún pedra
pipiyó estrela
shatiri mau
shiñã, shigiñ¥ pé
tenteté orelha
timák terra
to(k) olho
trari bom
tuara(u) boca
tukú olho
tupaká boca
umun mão
upá cabeça
urá remo
urú nariz
vijimop cabra, cabrito
yatí, ya(t) dente
wakara onça, jaguar
wem tu, dele
werete branco (cor)

Vocabulário Tutxiunaua

cabelo- vô
cabeça- mapô
sobrancelha- vô-ispi
pálpebra- vô-quitiá
orelha- patin
língua- anan
lábio- quexi
nariz- rechan
pescoço- texou
mão- mitico
braço- mançan
coração- uiutê
abdômen- postô
coxa- quixi
perna- taxou
pé- tai
veia- pulô
sangue- iui
mulher- ain-vô
homem- vô-né
criança- vô-ai
moça- titina
pai- ipá
mãe- iuá
marido- vô-dê
esposa- auin
água- uá
fogo- tú
céu- nai
estrela- naibirou
casa- uchá
alma- iuchim
comer- piim
beber- uaua
rede- pani
sono- uchaiqui
deitar- uchaia
preguiçoso- chanian
trabalhar- raian
cozinhar- pitian
assar- imai
quente- chatá
cru- pachá
acender o fogo- pepuci
machado- diabin
facão- quenu
morrer- nai
olhar- birou
dança- bondoian
dançar- bondou
subir- idai
descer- mairiçai
dar- aianon
pedir- eiainan
pensar- chinain
amassar- mixain
mandar- petean
escutar- niai
parir- cain
urinar- issoin
defecar- pui
gravidez- tuia
fome- vinê
galinha- tancará
trabalhador- raia
pimenta- iuti
banana- mani
macaxeira- atçá
tabaco- romã
algodão- champô
cipó- xiu
embira- mixi
urucu- curou
jenipapo- nean
fruta- vimi
árvore- ivi
mata- ivi-tapá
patuá- içau
bom- chara
mau- chacá
diabo- vacá
morcego- cachi
veado- tchatchau
anta- auá
porco- ondô
quechada [queixada] - iauá
cutia- mari
paca- adoian
tamanduá- chai
preguiça- beni
jacamim- neá
mutum- assin
cujubim- cuxú
nambu- cubá
arara- carua
urubu- cuscu
periquito- tirri
pica-pau- diarravô
tartaruga- nexú
tracajá- ainexú
jabuti- chami
carapanã (mosquito) - vim
pium- vinpotoian
ponte- iuiton
igarapé- uacaspitá
igarapé grande- uacasquiá
lago- inhan
lama- pospô
pote- chubouan
flecha- pis
arco- piatean
corda- rici
borboleta- poscoiaia
pirilampo- vavaxá
verde- chou
espelho- voxité
pente- usté
conta- tenté
remo- punhean
pelo- chani
magro- iramaná
gordo- chuá
alto- quiestapá
baixo- tonton
amolar- esquein
surdo- patá

Vocabulário Tuxá

goxo acangatara, coroa de penas
guritu'i menino, criança, guri
kabule'te peba, caburetê
ka'ka cabeça
kaka'i cabelo
kalatu'i muitas
kam'ba dinheiro
ko'ñuna farinha
malaku cachimbo
maraka (tupi) chocalho, maraca
'mianga água
moko'xe porco
'munduru panela
mus'trun trempe
o'tiši carne
pa'ka fumo, tabaco
puti'a tatu
šarola sol
šurin preá
to'e fogo
tum'pa Deus
tupi'angka negro
verdo'a melancia

Vocabulário Txukahamãi

kut - sol
muturure - lua
aringró - céu
ná - chuva
koôk - vento
adjeine - raio
kri-kri - trovão
kuâ - fogo
ingô - água
bá - eu
gá - você
inikrá - dedo
inikrániê - mão
inhokôt - peito
niruá - mãe
kubenkrid - homem branco
ikran - cabeça
inó - olho
iamak - orelha
ikin - cabelo
iniakrê - nariz
iapê - lábio
itik - barriga
imú - pênis
ikiê - perna
ipári - pé
iparikrá - dedo do pé
inhotó - língua
ikamú - irmão
kikrê - casa
tá - ele, ela
kuben - homem
minire- mulher
ikrá - filho
ipron- esposa
djunuá- pai
baikatú- estou cansado
bakukren- eu como
bainó- eu vejo
ikaben- falar
baakô- eu fumo
baarê- eu nado
bahú- milho
bó- mata, floresta
idjuá - dente
ikag - pescoço
ipá - braço
móne - arara
punure - feio
pure - mosquitos
kroá - flecha
kroinre - serra
prin - pequi
kuben-ayé - rede
kupip - coberta
karinhô- cigarro, fumo
kumeti- muito, bastante
ken- pedra
pú- urucu
adjun- espera aí
kati- não
kukoi- macaco
rokronre- onça
baikõn- eu bebo
baikú- eu defeco
baitú- eu urino
ba karinhô akô- eu fumo
bakubin- eu mato
boi- aqui
atxim - luz
akati- amanhã
meitire - bonito
muruti- jenipapo
meakagakô- botoque
pretire- alto
kaganakô- machado
kokangó- borduna
kroire- papagaio
pru-pru- andar, caminhar
kuben-kó- roupa
prinre- pequeno
puká- terra
kodjokaigó- facão
dudjê- arco
turutire- banana
baaten- vou embora
ingrungne- bravo
kukrut- anta
Txukahamãi puka kukren - Txukahamãi come terra.
nimboi- venha aqui
Juruna puká kukren kati - Juruna não come terra.

Vocabulário Uaiana

elamnau irmão menor
icieule leite humano
ipahé sobrinho
muhipue sol, lua
murémé jovem, moço
mure-mure criança de peito
okirï homem
oli mulher
ömö homem
pako mãe
pakö, yepakö pai
panakiri, panaduiri branco, estrangeiro
ponili umbigo
puip-puip raio
uimae criança
wéi via láctea

Vocabulário Uaicá

cabeça
pei-hé

dente
pei-uák

orelha
yímikek

água
mãõ

fogo
koawáke

sol
motóka

homem
ũálõ

onça
íla

Vocabulário Uaícana

axse céu
axsé sol
ömö homem
paxkoro mãe
topaoxkiru pai

Índice